Assine o fluminense

Prefeito anuncia metas para 2019

Entre elas, está prevista para maio a conclusão do cercamento eletrônico da cidade, com 70 radares inteligentes

Estações de ônibus estão quase finalizadas, afirma o prefeito

Foto: Arquivo

Após retornar à prefeitura depois de cerca de três meses preso e se reunir duas vezes com os secretários municipais, o prefeito Rodrigo Neves (PDT) divulgou o Plano de Metas para 2019. Dividido por realizações que devem ser implementadas até o fim do ano em áreas de grande interesse da cidade, como saúde, educação, segurança pública e infraestrutura, Neves citou que entre as metas para este ano está o pleno funcionamento do Cercamento Eletrônico na cidade, que deveria estar concluído até o fim do ano passado, mas teve o prazo prorrogado para maio deste ano.

“Nós tivemos uma reunião muito produtiva e emocionante com a equipe, na quarta-feira. Esta equipe é muito especial, determinada, íntegra e leal. Nós validamos o Plano de Metas de 2019 para a cidade. Gostaria de ressaltar que, após atravessar esses últimos cinco anos com o pagamento de salários em dia, realizando grandes investimentos, contrários ao contexto geral de retrocesso que a Região Metropolitana do Rio passa, nós conseguimos importantes avanços na gestão fiscal de Niterói”, declarou.

Justamente no âmbito fiscal, Neves afirma que na reunião com seu secretariado, constatou que a cidade de Niterói alcançou, no ano de 2018, o melhor “resultado fiscal de uma cidade no país”. Segundo Neves, no ano passado, as contas públicas terminaram com um superávit de R$ 500 milhões.

“Em 2017 nós concluímos o ano com o melhor resultado na gestão fiscal da história da Prefeitura de Niterói, fechando as contas no azul com R$ 97 milhões, saindo do 58º lugar em gestão fiscal no índice da Firjan para o primeiro. Nesta reunião de quarta, consolidamos as contas de 2018. E o resultado que uma gestão responsável, transparente e séria entregou foi ainda mais relevante. Nós concluímos 2018 com o melhor resultado fiscal de uma cidade do Brasil, um superávit acima de R$ 500 milhões. É uma grande evolução, considerando que eu assumi a prefeitura em 2012, com um déficit de R$ 277 milhões”, comemorou. 

RO: estações prontas em 10 dias 

Foco dos principais investimentos de sua gestão, o Plano de Metas de 2019 prevê importantes entregas na região que, segundo Rodrigo Neves, foi historicamente esquecida. O prefeito recorda que a intervenção mais importante do local, o Túnel Charitas-Cafubá, foi entregue com menos de dois anos de execução de obra, segundo ele, prazo recorde para este tipo de projeto no país. Ele diz que em cerca de 10 dias, as estações de ônibus da TransOceânica estarão prontas e que os moradores poderão usufruir de “um sistema com conforto, pontualidade e acessibilidade”.

“No início de abril, serão concluídas as estações BHLS e teremos o início das atividades do sistema. O túnel era um projeto   histórico, importante, mas tão importante quanto era o sistema de ciclovias. O niteroiense hoje pode sair de Icaraí e ir a Piratininga de bicicleta, algo inimaginável anos atrás”, ressaltou, prometendo outras obras. “Também em abril, vamos entregar as obras de infraestrutura do bairro Boa Vista, da mesma forma que fizemos no Cafubá, Fazendinha, Bairro Peixoto e Piratininga. Lá não tinha drenagem, infraestrutura, pavimentação e, agora, será dotado de qualidade urbana. Na próxima semana também lançaremos o edital das obras do Maravista Serra Grande. Vamos iniciar também neste ano, projetos públicos na região de Santo Antônio e Mar Alegre. Também iniciaremos e concluiremos este ano a elaboração do projeto executivo para todo o bairro do Engenho do Mato”.

Rodrigo Neves também afirma que, ainda neste ano, o Projeto Executivo da Lagoa de Piratininga ficará pronto e que o objetivo é iniciar obras no local já no segundo semestre. 

Auditório do Museu do Cinema já poderá receber eventos em breve

Foto: Arquivo

Museu: eventos a partir de julho 

O prefeito revelou que em julho um auditório no Museu do Cinema, em São Domingos, será entregue e já poderá receber eventos. Rodrigo Neves pretende também, no segundo semestre deste ano, dar início à restauração da Casa Norival de Freitas, no Centro, e transformá-la em um centro de formação em música e artes, em homenagem ao músico niteroiense Arthur Maia, que faleceu em janeiro deste ano.

“No segundo semestre daremos início à restauração da Casa Norival de Freitas cujo objetivo é transformá-la em uma escola de cultura, música e artes em homenagem ao lendário baixista Arthur Maia”, declarou.

Ainda neste ano, Neves afirmou que desenvolverá editais contemplando todas as linguagens culturais e apoio a pontos de cultura em todas as regiões da cidade e “importantes comunidades de Niterói”.
 

Niterói Presente ampliado

Em relação à segurança pública, o prefeito destaca a aquisição de novas viaturas para a Guarda Municipal e a implementação do cerco eletrônico total da cidade, através de um sistema de câmeras inteligentes em todas as entradas e saídas da cidade previsto para estar em funcionamento em maio. Ao todo, serão 70 aparelhos (que identificam carros roubados, furtados ou clonados) em frações de segundo e emitem um alerta para que o veículo seja interceptado pela polícia, em funcionamento.

Neves também revelou que já solicitou ao do governador Wilson Witzel (PSC) uma reunião na próxima semana para discutir medidas para a segurança pública, como o convênio para o pagamento da bonificação por armas apreendidas e a expansão do Niterói Presente.

“É preciso concluir o convênio com a polícia Militar e Civil para pagamento dos prêmios que temos a realizar agora para apreensão de armamento de fogo. Outra pauta que tenho com Witzel é a expansão do programa Niterói Presente. Queremos levar para outros bairros.”

Será discutida, ainda no encontro, a municipalização do Complexo Esportivo do Caio Martins, em Icaraí.

PSF chegará ao Serrão, Cubango e Holofote ainda neste ano

Foto: Arquivo

Saúde: PSF em mais comunidades 

Para a saúde dos niteroienses, Rodrigo Neves pretende, até o final de 2019, contemplar todas as famílias mais pobres com o Programa Médico de Família. Além disso, o prefeito destaca que esforços da pasta estão focados para a implementação da nova maternidade pública de Niterói.

“A meta é chegar a todas as famílias mais pobres com o programa Médico de Família. Chegando a regiões como Morro do Serrão, no Cubango; Jacaré, na Região Oceânica; e Holofote, no Barreto. Isto fará com que Niterói se torne a cidade com a maior cobertura do Programa Saúde da Família na Região Metropolitana do estado. Também vamos iniciar as obras da nova maternidade pública. É um investimento muito importante para termos uma atenção especial com as mamães e bebês”, afirma Neves.
 

57 contenções de encostas 

Rodrigo Neves afirmou que pretende dar início ao novo ciclo de projetos de contenções de encostas. Ao todo, 57 pontos da cidade receberão intervenções.

“Já no próximo mês, vamos iniciar o projeto do Morro do Arroz, que foi inclusive muito reivindicado pela então vereadora Talíria Petrone (Psol). Na sequência, virão Santa Bárbara e Cantagalo. Meu objetivo é atingir 57 pontos prioritários de contenção de encostas”.

O prefeito afirmou ainda que implementará novos núcleos de Defesa Civil em Niterói e que já estuda a compra de um radar meteorológico exclusivo para a cidade. Hoje, o único radar do estado está na capital e, segundo Neves, possui “uma enorme sombra em boa parte do território de Niterói, o que prejudica as ações relacionadas a prevenção”.

Neves afirma que, também em abril, entregará 280 unidades de habitação de interesse social na região da Ititioca. Estas compõem as 1720 unidades que serão entregues ao todo.
 

FER terá seu 1º depósito 

O Fundo de Equalização de Receita (FER), que ficou conhecido ao longo de suas votações na Câmara Municipal como “Poupança dos Royalties”, segundo Neves deve receber o seu primeiro depósito na semana que vem. O texto da Lei afirma que o mesmo será composto de 10% do total dos valores recebidos pelos os royalties do petróleo. Rodrigo Neves também afirmou que, ao final de seu mandato, pretende entregar a prefeitura com, pelo menos, R$ 200 milhões no FER. 

“Isto é muito importante porque, infelizmente, a cultura é gastar aquilo que não se tem. Em nosso caso, estamos poupando recursos para evitar o que outras cidades e o próprio estado sofreram nestes anos”, afirmou.
 

Mais quatro escolas 

Neves disse que pretende fazer com que este ano seja de fortalecimento do setor educacional no município. Segundo ele, Niterói ganhará mais quatro escolas.

“Até o final do ano, vamos entregar mais duas escolas, entre elas a Umei Vale Feliz, no Engenho do Mato. Também municipalizamos os Cieps do Cantagalo e do Fonseca, que estavam abandonados pelo estado, e vamos reabrir ainda no primeiro semestre”, afirmou. 
 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top