Assine o fluminense

Prefeitura de Niterói avança em novas parcerias em Washington

Seminário internacional também serve para buscar investimentos de instituições americanas e francesas

Segundo Rodrigo Neves, as experiências apresentadas durante o seminário poderão influenciar outras cidades

Foto: Flávio Pessoa / Prefeitura de Niterói

O segundo dia do seminário internacional Cidades Inovadoras e Competitivas, realizado na sede do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, nos Estados Unidos, também pode significar novas parcerias entre a Prefeitura de Niterói e organizações internacionais como o próprio BID, a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e o Movimento de Empresas Francesas (Medef).

Segundo o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, o fórum possibilitou a discussão de novos acordos de cooperação nas áreas de inovação tecnológica, iluminação pública e sustentabilidade, entre outros setores. O prefeito teve três reuniões de trabalho com dirigentes dessas instituições internacionais.

“Nós já temos um programa de cooperação com o BID, o Pró-Cidades, que está sendo muito bem-sucedido com a implantação de novas tecnologias para uma cidade mais inteligente que melhore a performance dos serviços para os cidadãos. Não tenho dúvida que essa possibilidade de apoio do BID nessa parceria público-privada que estamos estruturando no setor de iluminação pública será também uma referência positiva para outras cidades brasileiras”, disse Rodrigo Neves.

O prefeito afirmou que o exemplo de Niterói poderá ser seguido.

“Outras cidades poderão seguir esse caminho de cooperação com organismos internacionais, buscando o investimento do setor privado,  sobretudo num contexto de restrições fiscais que enfrentamos”.

Representante do BID para Sustentabilidade, Juan Pablo Bonilla ressaltou a importância da participação de Niterói no seminário.

“Agradecemos ao prefeito a presença. Ele representou os principais avanços de uma cidade em aspectos fiscais, de desenvolvimento urbano e nos falou de projetos muito importantes para a cidade, como o de mobilidade integral e de diferentes meios de transportes. É muito importante o desenvolvimento que Niterói tem e vai ter na parte fiscal, permitindo um planejamento de longo prazo”.

Rodrigo Neves fez ainda uma avaliação do seminário promovido pelo BID e como as experiências ali apresentadas poderão influenciar outras cidades.

“As cidades e países da América Latina estão vivendo uma crise fiscal e econômica e, muitas vezes, política e institucional. Foi uma oportunidade muito positiva essa troca de ideias proporcionada pelo BID. Através desses encontros trocamos informações, experiências e produzimos informação”.

Bonilla também aprovou o resultado do fórum internacional.

“O seminário é muito importante para a região para aprendermos um pouco mais sobre a América Latina, suas boas práticas, não apenas na América, mas também em outras partes do mundo. A troca de experiências de outras cidades facilita o diálogo entre prefeitos para compartilhar essas iniciativas. Niterói para nós é um parceiro de longo prazo”.

O prefeito ressaltou ainda os encontros que teve com representantes da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Hervé Conan, e do Movimento de Empresários Franceses (Medef), Gerard Wolf. Os temas debatidos foram novas parcerias e acordos entre a prefeitura e os dois organismos europeus e que já atuam em conjunto com a cidade.

“Esses acordos de cooperação têm sido muito importantes para viabilizar os projetos de infraestrutura e modernização da administração em Niterói. Nestes últimos quatro anos construímos as bases para a resiliência diante da crise do Rio e do País, e para um ciclo vigoroso de desenvolvimento sustentável, assegurando melhor qualidade de vida a todos os niteroienses”, avaliou o prefeito. 

Integrantes da delegação niteroiense, os secretários de Planejamento e Modernização da Gestão, Giovanna Victer, e de Fazenda, Pablo Vilarim, analisaram os pontos importantes do encontro.

“É importante para o município conhecer as experiências de governança e parcerias público-privadas. Conhecendo esses casos de sucesso e os desafios enfrentados por outras cidades de outros países, com características parecidas com Niterói, nos mostra que estamos no caminho correto da modernidade na forma de gerir o recurso público e também na criação de sinergias e potencialidades com o setor privado, sempre tendo em vista a melhoria da qualidade do serviço público e da qualidade de vida do cidadão”, analisou Giovanna.

O secretário municipal de Fazenda reforçou que temas como responsabilidade fiscal, sustentabilidade e PPPs foram de grande importância no encontro.

“São temas em que Niterói tem avançado muito, e ver as experiências de outros países nos mostra que estamos no caminho certo. As PPPs, por exemplo, ampliam a capacidade do município para atrair investimentos privados e garantir a manutenção desses investimentos na cidade. E dessa forma, permitem a liberação dos recursos públicos para outras áreas ao desonerarem os recursos do orçamento da cidade”, explicou Pablo Vilarim.

Até o fim deste ano, a Prefeitura de Niterói deverá sediar um encontro com empresários franceses para debater com mais profundidade os temas discutidos durante o fórum internacional do BID e buscar novos investimentos não apenas para a cidade, mas para todo o Leste Fluminense. n

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top