Assine o fluminense

Projeto no Rio troca tampinhas de garrafas por cadeiras de rodas

Iniciativa que foi lançada em junho foi abraçada pela Guarda Municipal do Rio

Depois de recolhido, o material será reciclado. O valor arrecadado será utilizado para comprar cadeiras de rodas

Divulgação

A Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) abraçou o Projeto Rodando com Tampinhas, lançado no dia 10 de julho numa parceira entre a Obra Social Abrace o Rio, coordenada pela primeira-dama da cidade Sylvia Jane; a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a Secretaria Municipal de Educação e a Subsecretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, além de contar com a participação da Reitoria do Cristo Redentor.

A iniciativa, idealizada por Márcia Dubal, incentiva a doação de tampas de garrafas e outros objetos como tampas de remédios, vitaminas, pasta de dentes e alimentos, que são depois vendidos para a reciclagem. O valor arrecadado serve para a compra de cadeiras de rodas, que serão destinadas à Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR).  Cada 400kg de tampinhas equivale a uma cadeira de rodas

As bases operacionais da GM-Rio passarão a ser postos de coletas, potencializando o alcance do projeto. O material arrecadado também pode ser entregue em outros 51 pontos de coleta na cidade, nos 14 Parques Municipais do Rio, na sede da Prefeitura, na Cidade Nova, e nas 1.540 escolas da rede municipal de ensino (que contam com 650 mil alunos). 

Cada local de arrecadação é responsável por levar o material para o posto centralizador, na Paróquia São José, na Lagoa, administrada pela Reitoria do Cristo Redentor. O material coletado é entregue para indústrias de reciclagem. O dinheiro arrecadado é usado para a aquisição das cadeiras de rodas. Para comprar uma unidade são necessários 400 quilos de plástico.

Solidariedade - Em 2018, a Coordenadoria de Operações Especiais (COE) da Guarda Municipal promoveu uma “Gincana do Bem” entre os grupamentos especiais, que mobilizou guardas a recolherem lacres de latinhas de alumínio em quantidade suficiente para trocar por duas cadeiras de rodas junto ao Rotary Clube. As cadeiras foram doadas para a Coordenadoria de Valorização do Servidor (CVS) da instituição e são utilizadas se quando algum guarda municipal ou familiar de guarda necessitem o e não tenham condições de adquirir o equipamento. Ao todo, 172 garrafas pet cheias de lacres foram entregues para a troca pelas cadeiras. O 2º Grupamento Especial de Praia (GEP) foi a unidade que conseguiu juntar mais lacres, sendo a vencedora da competição.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top