Assine o fluminense

Região Oceânica abre semana do Meio Ambiente

Pesquisadores da Fiocruz participam no sábado (3), do XXVI Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica, na Região Oceânica de Niterói. Na ocasião, será apresentado o Projeto “Eliminar a Dengue: Desafio Brasil”, que propõe uma abordagem inovadora, autossustentável e que não agride a natureza no combate à dengue, Zika e chikungunya.

A atividade abre a Semana do Meio Ambiente e integra agenda nacional dos escoteiros, que se mobilizarão por todo o País. Em Niterói, cerca de 150 participantes de dois grupos (60º, Imbuí, e 15º, Martim Afonso), irão se juntar a moradores e estudantes da Escola Municipal Prof. Dario de Souza Castello numa grande Ação de Mobilização Ecológica na Restinga da Lagoa de Itaipu. 

Serão realizadas ações de recolhimento de lixo, extração de espécies invasoras e plantio de 300 mudas de espécies nativas, na beira do Rio João Mendes e Lagoa de Itaipu. “A ação ecológica servirá para conscientizar a comunidade sobre a importância da preservação ambiental e, assim, pouco a pouco, iniciar a recuperação deste complexo lagunar tão importante para a nossa região”, diz Monica Fiorentino, presidente do 60º grupo de escoteiros, o Imbuí.

Também estão previstas ações educativas, com oficina de pintura de placas de identificação para a trilha e jogos para a criançada. A equipe de engajamento comunitário do projeto “Eliminar a Dengue: Desafio Brasil” também participará do mutirão com atividades pedagógicas sobre o Aedes aegypti com Wolbachia, o mosquito aliado no combate às arboviroses. Para que os pequenos possam acompanhar o ciclo de vida do mosquito, serão levadas lupas e fitas de ovos de mosquito, além de larvas, pupas e uma gaiola com os mosquitos aliados. 

A ação acontece no sábado, das 8h às 15h deste sábado. As atividades são gratuitas e abertas à população local.  

Inea – Já o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) também participará da ação no Rio João Mendes, contribuindo com o mutirão de limpeza feito pelas equipes do instituto, com parceria de escoteiros. Também haverá o plantio de 300 mudas, que foram cultivadas no Horto Florestal de Guaratiba, administrado pelo Inea.

Para o superintendente regional da Baía de Guanabara, no Inea, Paulo Cunha, esse tipo de trabalho é muito importante para a conscientização da população.

“O trabalho é muito, muito importante, porque além da limpeza dos rios, há conscientização de crianças e jovens que vão participar do mutirão. Durante o evento, vamos falar da importância do descarte correto do lixo”, disse o superintendente.

O evento pelo Dia Mundial do Meio Ambiente é mais uma iniciativa do Inea em busca de melhorias no meio ambiente na Região Oceânica de Niterói. O órgão também realiza na área o Projeto Se Liga, que visa melhorar o saneamento na cidade de Niterói, acabando com as ligações clandestinas à rede de esgoto e combatendo práticas como o uso de fossas ou despejo sem tratamento no mar e lagos. Já houve redução de emissão de esgotos na Região Oceânica em cerca de 286 mil litros por dia. 

O Se Liga é uma parceria do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) com a Concessionária Águas de Niterói, por meio de um termo de cooperação técnica.

Local: Rua Professora Alice Picanço, 591 – Itaipu – Escola Municipal Prof. Dario de Souza Castello - Região Oceânica de Niterói.

Horário: 8:00 às 15:00 (Plantio – a partir das 12h).

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top