Assine o fluminense

Resgate de animais silvestres sobe ano após ano em Niterói

No primeiro trimestre de 2019, foram 424 bichos salvos nos domínios da cidade

Cobras estão entre os animais mais encontrados pela prefeitura de Niterói

Foto: Divulgação

O número de resgates de animais silvestres vem aumentando ano após ano em Niterói. Em 2018 houve uma elevação de 40.81% em relação a 2017. Já no primeiro trimestre de 2019, foram 424 animais resgatados. Um aumento de 38.56% em relação ao mesmo período de 2018.

Segundo dados da Prefeitura de Niterói, o número de animais resgatados vem aumentando cerca de 40% a cada ano. Dentre as espécies mais encontradas estão atobás, tartarugas, filhotes de gambás, corujas, porcos-espinhos, bichos-preguiça, tamanduás, capivaras, caranguejos e até mesmo as temidas cobras.

O sub-inspetor Edson Jorge Martins responsável pela  coordenadoria ambiental da Guarda  Municipal  explica que isso está acontecendo porque a população  passou a conhecer o trabalho da Guarda e está  mais consciente.  

O telefone 153, que atende no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), pode ser acionado em caso de resgates .

Edson conta que, entre os casos mais comuns, estão famílias inteiras de gambás, que constroem ninhos em telhados de residências, deixando moradores sem dormir, em função da correria nos telhados. Em outros casos, cachorros do mato rondam casas em busca de alimentos. Ele alerta para que ninguém se aproxime dos bichos: quando se sentem acuados ou ameaçados, podem avançar. 

“Se o cidadão se deparar com um animal silvestre ferido, fora do seu habitat ou em local inapropriado, ele deve se afastar lentamente e ligar para o Cisp pelo número 153. Se o animal se sentir acuado ou ameaçado ele vai se defender. A patrulha ambiental irá ao local para fazer o resgate”, orienta.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top