Assine o fluminense

Risco de incêndio leva Enel a cortar luz de prédio no Centro

Condomínio terá que realizar obra de R$ 30 mil e um ano de duração

Com as contas pagas em dia, moradores da Edifício Amaral Peixoto estão passando por diversas dificuldades

Lucas Benevides

Após um corte no fornecimento de energia, moradores do Edifício Amaral Peixoto, no Centro de Niterói, que estão há quatro dias sem luz, já enfrentam uma série de transtornos. Segundo residentes, o corte foi feito pela distribuidora sem aviso prévio mesmo com as contas do condomínio sendo pagas em dia. Alguns moradores, que vivem em situações precárias no local, estão precisando deixar seus imóveis procurando a ajuda de parentes para não passarem por dificuldades.  

O edifício de 12 andares, que já está sem luz desde a última segunda-feira (18), tem 385 imóveis e conta com aproximadamente 1500 pessoas, dentre elas, mais de 200 famílias. Entre os moradores, existem famílias que foram encaminhadas pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Muitos idosos e pessoas doentes já enfrentam graves problemas decorrentes da falta de energia. É o que explica Silvana Santana dos Santos, moradora do edifício.

“Simplesmente a Enel veio do nada, as 9h da manhã e cortou toda a luz do prédio. Temos moradores cadeirantes, doentes crônicos, pessoas operadas de coluna, idosos que não podem subir e descer escada. Estamos sofrendo com o calor e a escuridão. Os proprietários já pagaram as contas e mesmo assim estamos enfrentando esse tipo de problema, sem energia e sem água, já que também não tem como ligar a bomba do prédio”,disse.

Após as reivindicações, os moradores procuraram a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Niterói, liderada pelo vereador Renatinho do PSOL. De acordo com a comissão, toda a ação será acompanhada de perto para evitar que as pessoas permaneçam passando por condições desumanas no prédio, já que muitos estão em situações precárias.

Além do edifício, algumas lojas localizadas no mesmo quarteirão também foram prejudicadas pela falta de energia e não abriram nos últimos dias.

Procurada, a Enel Distribuição Rio informou que efetuou na manhã da última segunda-feira (18) o corte do fornecimento de energia do condomínio devido a riscos de segurança no local. Segundo a distribuidora, após inspeções efetuadas por técnicos da companhia, foram comprovadas péssimas condições das instalações elétricas representando risco de incêndio, choque elétrico e curto-circuito. 

Ainda de acordo com a concessionária, o corte de energia foi realizado como medida preventiva para evitar acidentes no local. A companhia ressaltou que a rede elétrica interna é de responsabilidade do cliente e, portanto, a manutenção necessária deve ser realizada pelo condomínio. De acordo com a síndica do prédio, Carina Mansur, os moradores se juntaram para custear uma obra estimada em R$ 30 mil com previsão de conclusão de 1 ano. A obra será iniciada nesta sexta-feira. A Enel não informou como ficará a situação do edifício durante a obra.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top