Assine o fluminense

SG: ISP divulga redução de crimes

Segundo levantamento do Instituto de Segurança Pública, números de roubos a transeuntes e homicídios dolosos caíram na cidade

De acordo com comandante do 7º BPM, queda nos índices é resultado de trabalho realizado nas ruas

Foto: Arquivo / Maurício Gil

O município de São Gonçalo reduziu alguns importantes índices de criminalidade no mês de maio, em comparação com o mesmo período do ano passado, aponta último levantamento divulgado nesta semana pelo Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP). De acordo com os índices, o número de roubos a transeuntes caiu 48%, com 815 casos no ano passado e 420 neste ano. Homicídios dolosos caíram 26%, com 30 registros em 2014 e 22 em 2015. Em contrapartida, houve grande aumento de roubos a residências, que cresceram 170%, com sete casos no ano passado e 19 no mesmo período deste ano. Também houve aumento de 12% no número de furtos, com 87 registros em 2014 e 98 em 2015.

Ainda segundo o levantamento do ISP, o número de roubos a estabelecimentos comerciais caiu cerca de 17% no município, com 63 casos registrados em maio do ano passado e 52 no mesmo período deste ano.
De acordo com o coronel Fernando Salema, comandante do 7º BPM (São Gonçalo), a queda dos índices se deve ao trabalho que vem sendo feito de policiamento ostensivo na cidade. De acordo com ele, ainda há muito trabalho a ser feito. Ele mesmo reconhece que muita coisa ainda precisa melhorar. 

“É importante ressaltar que os crimes vêm caindo em São Gonçalo. O nosso trabalho é para diminuir ainda mais, mas, principalmente, baixar aqueles que continuam altos”, disse o comandante. 

Ainda de acordo com o Instituto de Segurança Pública em relação aos crimes de homicídios dolosos acumulados no primeiro trimestre do ano, São Gonçalo diminuiu os índices em 47%, com 116 casos no ano passado e 61 no mesmo período deste ano. 

Já em relação ao quadrimestre os índices também apresentam queda de 40%, com 145 casos registrados nos primeiros quatro meses de 2014 e 86 casos no mesmo período de 2015. 

“É importante ressaltar que os índices de Homicídio doloso caíram em todo o estado, inclusive com a menor média dos últimos 24 anos. O desafio maior é diminuir os roubos a transeuntes. É isso que fará a população se sentir segura”, ressaltou o especialista em segurança pública da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Myron Alves. 

Mais menores no crime

O Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro aponta ainda que o número de apreensões de menores cresceu cerca de 17% em maio deste ano, comparado com o mesmo mês de 2014. Foram 63 casos no ano passado contra 74 casos em maio deste ano, o que corresponde a mais de dois adolescentes presos por dia.

Segundo o coronel Fernando Salema, a maioria das apreensões acontecem em operações para reprimir o tráfico de drogas no município. Ainda segundo ele, é cada vez mais comum a presença de menores nas ocorrências.

“Isso é um problema que precisa ser resolvido. As nossas crianças precisam estar nas escolas e com novas expectativas”, disse o comandante.

Durante encontro sobre segurança pública ontem em Niterói, o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, falou que os números de apreensões preocupam.
“Ao mesmo tempo em que preocupam [os números], nos mostram que é preciso ser feito algo o quanto antes. Do jeito que está não dá pra ficar”, disse o secretário. 

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top