Você faz a notícia

Show em prol da nova catedral

Segunda edição de evento tem por objetivo gerar recursos para a construção de mais uma obra de Oscar Niemeyer

Com a fase de terraplanagem a todo vapor, obra deve entrar em nova fase da construção até o fim de 2016

Foto: Marcelo Feitosa

No próximo sábado, a Arquidiocese de Niterói apresenta a 2ª edição do evento “Vozes da Nova Catedral”, que consiste em uma série de shows promovidos em prol da construção da nova Catedral São João Batista, no Centro da Cidade de Niterói, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

O show, nesta 2ª edição, terá como atração principal o Padre Cleidimar Moreira. A classificação do evento é livre, e haverá ainda um show de abertura com os cantores Alberto Araújo, Ilmar Quintanilha, Márcio Pacheco, Dudu Amaral, Virgínia Maldonado e Rodrigo Rivelino.

O evento acontecerá no Rincão do Senhor, à Estrada do Rocha, 413, Água Mineral, São Gonçalo. Os ingressos custam R$ 15 e já estão à venda, nas Paróquias, na Mitra, Livrarias Paulinas de Niterói, na Loja Maná em Niterói, e no dia haverá venda no local.

O show Vozes da nova Catedral terá sua renda revertida para a construção da Nova Catedral São João Batista. 

O ingresso pode ser adquirido pelo telefone 3602-1769, pelo e-mail novacatedral@arqnit.org.br ou no local do evento.

Obra – As obras da Nova Catedral São João Batista, localizada no Caminho Niemeyer, começaram em março e a terraplanagem do local já está em fase avançada, devendo ficar pronta até o fim de 2016. Todas as licenças necessárias para a retomada efetiva da construção da catedral já estão prontas. Projetada por Oscar Niemeyer, a catedral foi a precursora das obras do arquiteto em Niterói. A nova construção não será somente um monumento religioso, mas também artístico e cultural. A catedral possuirá 13.600 m² e sua torre terá 65 metros de altura, possuindo uma capacidade de abrigar cinco mil pessoas em seu interior e cerca de 15 mil em sua esplanada. 

A assessoria de imprensa da catedral afirmou que a captação total de recursos para o início e conclusão da segunda fase das obras está chegando perto da totalidade, contando inclusive com doações de empresários do setor de construção civil. Para a conclusão das próximas fases das obras, a catedral necessita de doações da comunidade arquidiocesana. Para contribuir, basta ligar para 3602-1700 ou dirigir-se à secretaria de sua paróquia.

De acordo com o fiscal de obras do local, Marcos Antônio, a previsão é de que até o fim de 2016 o serviço de terraplanagem, primeira fase do projeto, já tenha terminado. “O cronograma está andando de acordo com o planejado. De segunda a sexta-feira, 11 caminhões fazem cinco viagens por dia – totalizando uma média de 8 horas diárias – para levar essa terra para um vazador no distrito de Ipiiba, em São Gonçalo. Desde março, já foram retirados mais de 2.500 caminhões de terra do local”, afirmou o apontador de 57 anos.

As próximas fases previstas compreendem o acerto do enrocamento do terreno e as fundações da nave principal. Para uma visão completa e detalhada do planejamento e do orçamento, foi contratada uma empresa especializada para ajudar na gestão e consolidação de um plano físico financeiro da obra, com base nos projetos quase totalmente finalizados. Em breve, a catedral terá este faseamento 100% consolidado. Após a conclusão do planejamento completo, o templo vai procurar empresas para patrocínio, em contrapartida de exposição e associação das marcas ao projeto.

O projeto iniciou na década de 1990 com o Arcebispo Dom Carlos Alberto Navarro, que encomendou ao Oscar Niemeyer este desenho, tendo surgido a partir daí todo o Caminho Niemeyer e demais obras do arquiteto em Niterói. A catedral foi a precursora das obras de Niemeyer no município. O projeto foi retomado em 2013 por Dom José Francisco, atual Arcebispo de Niterói, em conjunto com a prefeitura da cidade.

Segundo a Mitra Arquidiocesana de Niterói, a Catedral São João Batista, que já existe no Centro de Niterói, voltará a ser uma paróquia, recebendo o título de igreja histórica quando a nova estiver pronta. Quanto à previsão de conclusão, o planejamento da obra está em execução. A estrutura será em concreto armado moldado in loco e a carga em cada um dos três pilares da cúpula será de 8.500 toneladas. A fundação em estacas ainda não está definida.

“Nossa ideia e expectativa principal é que a catedral seja um local de visita e oração constante das pessoas que passam diariamente pelo centro de nossa cidade. Como acreditamos muito no aspecto cultural e turístico da Nova Catedral, além do religioso, teremos uma grande visibilidade nacional e internacional por se tratar de uma obra do Oscar Niemeyer. Há também importantes fatores à frente que influenciarão nesta dinâmica, como o projeto de revitalização do centro da cidade, o fácil acesso, o aumento constante do número de visitantes do Caminho Niemeyer, além da divulgação do projeto”, afirma Michael Sales, que integra a equipe de gestão e planejamento da Nova Catedral.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top