Assine o fluminense

Temporal deixa rastro pela Região Oceânica

Diversas ruas amanheceram alagadas depois da chuva de quarta-feira

Temporal deixa rastro pela Região Oceânica

Foto: Marcelo Feitosa

Após a forte chuva que atingiu a cidade entre o fim da tarde da última quarta-feira e madrugada, Niterói amanheceu nesta quinta-feira (11) com resquícios da tempestade. Além dos picos de luz em alguns bairros da cidade, moradores da Região Oceânica precisaram se aventurar em ruas alagadas. A previsão é que o feriadão seja de chuva e tempo fechado.

Moradora há anos da mesma via, a Rua José Florêncio Pereira, na Avenida Central, em Itaipu, a psicóloga Luciana Valente Soares de Sá, de 40 anos, já sabe quando começa a chover que encontrará problemas para chegar em casa. Com a chuva desta quinta, se deparou com um “rio” no caminho de terra.

“Sempre fica alagada, com qualquer chuva. Em dias de tempestade, a água costuma chegar na calçada das casas. Algumas vezes, até invade os terrenos. Informam que vão asfaltar, mas ainda estamos esperando…”, contou, completando que a queda de luz também é constante.

No mesmo bairro, moradores das vias Professora Angeolina Petrópolis e Professor Júlio Oliveira Bittencourt também sofreram com inundações. O mesmo aconteceu na Rua José Joaquim Pereira Caldas, em Piratininga. No Trevo de Piratininga, também houve ocorrência de alagamento.

A Prefeitura de Niterói informou que a cidade permanece em estágio de vigilância e que a Defesa Civil registrou uma ocorrência nessa madrugada, em Santa Bárbara, de pequena proporção. O imóvel foi vistoriado e permanece interditado. A Defesa Civil de Niterói atua no monitoramento das condições do tempo através de sua Seção de Meteorologia, com o uso de equipamentos como estações meteorológicas e pluviômetros. Agentes do órgão realizam vistorias em encostas e residências em caráter preventivo, quando alertados pelos cidadãos, voluntários ou qualquer outro órgão da administração pública ou externo. Em caso de emergência, os niteroienses podem ligar para a Defesa Civil pelos telefones 199, 2717-2631 e 2620-0199. 

Em São Gonçalo, o município ainda não se encontra em estado de alerta e a Defesa Civil não havia sido acionada até o fechamento da edição. Alcântara registrou o maior acúmulo de chuva nas últimas 24 horas, 41 mm. 

A Enel informou que os clientes que foram impactados por interrupções devido à chuva na noite de quarta na cidade já tiveram o serviço restabelecido nesta quinta. 

Previsão do Tempo – De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para nesta quinta-feira, no Dia das Crianças, é de chuva para a manhã e tarde, com tempo encoberto e temperatura variando entre 28°C e 22°C. O sábado promete esquentar, com algumas aparições do sol entre as nuvens, podendo chegar a 34°C e mínima de 22°C. No domingo, no entanto, o clima volta a ficar incerto e encoberto, variando entre 26°C e 21°C. 

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top