Assine o fluminense

TransOceânica: primeira detonação do túnel Charitas-Cafubá

Obra está prevista para terminar em julho de 2016. Investimento é de R$ 310 milhões com recursos do Governo Federal e Prefeitura

Pelo menos 150 quilos de explosivos foram usados para detonação que marca o início da perfuração para o túnel Charitas-Cafubá.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Niterói / Leonardo Simplício

A primeira detonação para a construção do túnel Charitas-Cafubá, que compõe o projeto da TransOceânica, foi executada na manhã desta terça-feira (7), no canteiro de obras do bairro da Fazendinha, em Piratininga, na Região Oceânica. Foram utilizados cerca de 150 quilos de explosivos no local onde será construída a passagem subterrânea. O evento teve a participação do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, que acionou o dispositivo para a explosão, do vice-prefeito Axel Grael, que coordenou a parte ambiental do projeto, do ex-prefeito de Niterói Moreira Franco, e de secretários municipais, deputados estaduais e federais, além de técnicos responsáveis pela obra e moradores da região.

Prefeito Rodrigo Neves apertou o botão para a detonação dos explosivos.

Foto: Evelen Gouvêa

Rodrigo Neves comentou sobre as dificuldades do projeto, que é aguardado há décadas pela população.

“Não é fácil fazer essa obra. Vencemos mais de 50 etapas, com muito trabalho. Niterói não tinha uma obra desse tipo há mais de 40 anos. A última obra foi o túnel ligando os bairros de Icaraí e São Francisco. Estudamos toda a questão ambiental desde o bairro de Charitas até Piratininga e conseguimos todas as licenças para executar a obra. O projeto da TransOceânica é mais que um túnel, é uma proposta para melhorar a performance do transporte público”, disse Rodrigo.

A partir desta quarta-feira (8), serão realizadas três detonações por dia, durante um ano, prazo para que a obra esteja concluída. O túnel, que terá o nome do jornalista, poeta e professor Luís Antônio Pimentel, terá 1,3 quilômetro de extensão e duas galerias, com quatro pistas cada uma – duas para carros, uma para os ônibus do sistema BHLS e uma ciclovia.

O vice-prefeito Axel Grael disse que a terça-feira será inesquecível.

“Vamos lembrar que chegamos até aqui depois de muito esforço e trabalho de uma equipe grande de pessoas, de parcerias com os governos federal e estadual, todos unidos com o objetivo de proporcionar a Niterói uma alternativa de mobilidade sustentável, uma experiência inovadora”, disse Grael.

O deputado federal Chico D’Angelo falou que após tantos anos muitas pessoas não acreditavam que a obra sairia do papel.

“É um projeto muito importante pelo impacto que vai causar não só na Região Oceânica, mas em toda a cidade. Eu mesmo encontrei algumas pessoas que, quando souberam que hoje seria dado o pontapé inicial da obra, ficaram muito surpresas”, comentou o deputado.

A primeira fase da construção do túnel também despertou a curiosidade dos moradores da região, como a sanitarista Ilza Barbosa, de 65 anos.
“No início, confesso que foi grande a preocupação com os impactos da obra aqui na Fazendinha. Mas agora acredito que a Prefeitura está preparada para as mudanças que vão acontecer”, conta.

Observando de longe, em uma das poucas casas que ainda estão à beira do canteiro de obras, o aposentado José Evaristo Carlos, de 84 anos, e sua esposa, Maria de Souza, de 68, contam que serão realocados para casas cedidas pela Prefeitura.

“Nos procuraram sobre a mudança faz um tempinho. Ainda não sabemos quando vamos sair, mas não tem problema, nós só queremos tranquilidade. Acredito que vai ser boa [a obra]”, diz o aposentado.

O investimento total da obra será de R$ 310 milhões com recursos do Governo Federal e da Prefeitura de Niterói. O projeto da TransOceânica prevê ainda a integração com a estação hidroviária de Charitas.

Barcas –  Durante o evento, o prefeito Rodrigo Neves revelou que a Prefeitura está negociando com o Governo do Estado a implantação de um sistema de barca na estação de Charitas similar ao da estação Arariboia, com catamarãs sociais, para ampliar a sua capacidade de transporte de passageiros, com preço mais acessível.

Estrada Francisco da Cruz Nunes terá interdições a partir do dia 14

A Niterói Transportes e Trânsito (NitTrans) informou que haverá interdições no tráfego em função do início das obras da TransOceânica, no trecho da Estrada Francisco da Cruz Nunes entre a Avenida Ewerton da Costa Xavier (Central) e a Avenida Irene Lopes Sodré. A partir do dia 14 de julho ficarão interditadas as pistas principal e auxiliar da Estrada Francisco da Cruz Nunes, sentido Praia de Itaipu, entre a ponte (canal) após a Rua Luiz Eduardo Lobo e o Colégio Estadual Alcina Rodrigues.

Para desviar o fluxo de veículos da Francisco da Cruz Nunes em direção à Praia de Itaipu, será criado um sentido duplo de circulação na pista oposta, em direção ao Largo da Batalha, durante 24 horas por dia, sete dias por semana, até o término da obra. A pista será dividida por cones, possibilitando a operação de faixas reversíveis nos horários de pico.

Nas saídas da Rua Repórter César Donadel e Avenida Senador Vasconcelos Torres, que ligam a Avenida Ewerton da Costa Xavier e a Avenida Irene Lopes Sodré, haverá agentes e operadores da NitTrans.

A NitTrans disponibilizará 22 operadores de trânsito, três supervisores, além do efetivo existente, uma motocicleta, um veículo leve e um reboque pesado 24h por dia, para retirada de veículos envolvidos em acidentes e enguiços, além de 350 cones. Serão implantadas 40 placas de trânsito e diversas faixas informativas, para indicação, advertência e regulamentação.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Dayane
Espero que a faixa de ônibus não seja invadida por veículos, assim como acontece diariamente na Alameda São Boaventura.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Norma suely de Souza
Parabéns para Rodrigo Neves por cumprir promessa de campanha . Esta obra é vital principalmente para Região Oceânica, pois não há mais dia e hora para os engarrafamentos. Muito bom, num momento em que o povo está muito descrente com a política , ver a possibilidade de seus objetivos serem atendidos.
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

laryssa freitas pereira
Coitado das pessoas que morram no cafuba, porque meu deus aqui perto do real de Itaipu tremeu td na minha casa hoje, *-*- pelo menos espero que fique bom e não demore porque
Vote up!
Vote down!

: 0

You voted ‘up’

Scroll To Top