Assine o fluminense

Verão se despede, mas o calor não

Segundo previsões, outono terá temperaturas acima do normal, com bastantes chuvas e curtas ondas de frio

Apesar dos dias quentes, o verão foi muito bem-aproveitado pelos niteroienses que escolheram a praia como principal reduto e diversas atividades ao ar livre

Evelen Gouvêa

O verão mais quente dos últimos anos se despede nesta quarta-feira (20) com a chegada do outono, a estação de transição para o inverno, a partir das 18h28. Quem estava cansado do calor em excesso e esperava temperaturas mais amenas, contudo, pode se decepcionar, já que a previsão dos meteorologistas para a Região Sudeste é que o período tenha temperaturas acima do normal, curtas ondas de frio, mas com ocorrências de chuvas acima da média.

O prognóstico climático do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta que é na estação de transição entre o verão quente e úmido e o inverno frio e seco que começam a aparecer fenômenos adversos, tais como: nevoeiros e geadas em toda a Região Sudeste.

Ainda de acordo com o documento, há uma redução das chuvas à medida que se aproxima do outono, dando início ao período seco. A previsão indica que devem permanecer áreas com chuvas dentro da faixa normal ou ligeiramente acima para os próximos três meses. 

De acordo com a meteorologista do Climatempo Graziella Gonçalves, o fenômeno El Niño, que trouxe impacto ao clima nesses últimos meses, se mantém fraco e com curta duração durante o mês de abril. As frentes frias da Região Nordeste podem atingir o estado de Minas Gerais, mas não chegam até o Rio, que deve acabar o mês com chuvas abaixo do esperado. A tendência é que a temperatura se mantenha aquecida por conta das aparições do sol. 

As primeiras ondas de frio devem chegar no mês de março, quando a previsão é que a temperatura caia rápido, mas volte a subir em pouco tempo, deixando a sensação térmica agradável. A média de temperatura deve ficar entre normal e acima da média, enquanto a chuva deve ficar um pouco abaixo da média esperada.

“A situação é parecida em junho, com ondas de frio de curta duração e temperaturas mais agradáveis. A chuva segue em sua grande maioria abaixo da média, mas o esperado já é bem baixo”, explicou.

Para junho, espera-se temperaturas ligeiramente acima da média. Em geral, segundo Gonçalves, o outono tende a ser um pouco mais brando com relação ao frio para grande parte da Região Sudeste.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top