Assine o fluminense

Voluntários cada vez mais unidos pela causa ambiental

Iniciativas voltadas para a preservação de praias, rios e lagos crescem no RJ

O Dia Mundial de Limpeza é uma das datas que reúnem mais pessoas interessadas em conter a poluição nas praias

Divulgação

Muito além de uma preocupação que a maioria das pessoas têm apenas nas férias ou verão, o lixo nas praias, rios e lagoas é uma preocupação constante para grupos ambientalistas que voltam suas atenções para essa questão.

Iniciativas de voluntariado em todo o estado do Rio de Janeiro têm contribuído para a mudança de ambientes que sofrem constantemente com a poluição, através de ações como o Clean Up Day, EcoNatal, Bloco Limpeza – Carnaval Sem Sujeira! e Limpando e reciclando, a união, de fato, faz a diferença.  

“Já realizamos ações em mais de 300 cidades pelo Brasil, e em setembro fazemos parte do maior movimento de limpeza do mundo, quando 120 países e 35 milhões de pessoas se juntam para ações de limpeza”, diz Hildon Carrapito, membro da iniciativa Clean Up the World, que há 16 anos promove ações de limpeza.  

No ano de 2018, as ações de limpeza do Clean up The World, realizadas no dia 15 de setembro, foram realizadas em 14 pontos, entre lagoas e praias, como as praias de Copacabana, Recreio dos Bandeirantes, São Conrado, Saquarema, Maricá, Lagoa de Marapendi e outros.  

Voluntários recolhem o lixo deixado por banhistas e vendedores ambulantes

Divulgação

As ações têm apresentado resultados positivos ao longo de 16 anos de eventos. No ano passado, 798 voluntários participaram da ação, que recolheu mais 2,5 toneladas de lixo em 2018. 

Este ano, no dia 1º de junho, em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5, será realizado o evento “Limpando e reciclando”, onde os objetivos serão ainda maiores. 

“Nesse dia queremos superar o número de voluntários participantes da última edição, também a quantidade de lixo coletado”, comenta Hildon. 

Duplas – Nas coletas, os voluntários atuarão em dupla. Um dos voluntários fica com uma sacola de plástico reciclável e faz a coleta de lixo, enquanto o outro fica encarregado de anotar cada item coletado para gerar um relatório detalhado sobre os resíduos encontrados nas praias, rios e lagoas.  

Após a coleta e produção do relatório, todo o material será enviado para instituições de reciclagem e cooperativas de catadores de lixo. A quantidade de lixo reaproveitada também integra o relatório. 

Através de ações da conscientização em instituições de ensino, como universidades, escolas e cursos voltados ao meio ambiente, cada vez mais voluntários têm aderido às ações de limpeza, que são realizadas ao longo do ano. 

Niterói – As ações do Clean up Day também são bem recebidas pelos niteroienses. Em 2018, os mutirões de limpeza foram realizados em Itaipu, Piratininga, Camboinhas, Itacoatiara, São Francisco, Jurujuba e em rios como o Córrego da Viração, no Cafubá, e no Jacaré, em Itaipu. No total, foram recolhidas 4 toneladas de resíduos. 

Somente na Praia de Icaraí, cerca de 500 voluntários marcaram presença para dedicar um pouco do seu tempo em prol do meio ambiente.  

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top