Assine o fluminense

‘Extraordinário’ é a grande aposta nas estreias da semana

Além desse filme, outras novidades garantem boas atrações para todos os gostos

Owen Wilson, o pequeno Jacob Tremblay e Julia Roberts em “Extraordinário”. Abaixo, “Apenas um garoto em Nova York”

Divulgação
 

Um grande sucesso da literatura dos últimos tempos chega às telonas. O drama “Extraordinário”, que tem a vencedora do Oscar, Julia Roberts, é a grande estreia da semana, que também traz o premiado “Verão 1993”, além de comédia, infantil, entre outros.

As dificuldades do período escolar potencializadas pelo protagonismo de um garoto de 10 anos que, devido a deficiências de nascença, passou por 27 cirurgias plásticas - o que, inevitavelmente, gerou reflexos na forma como ele é encarado e tratado por todos à sua volta. Com direção de Stephen Chbosky, o filme “Extraordinário” é uma adaptação do livro homônimo escrito por R.J. Palácio, que aborda a questão do pertencimento tendo esse embate como ponto de partida. O longa tem Julia Roberts e Owen Wilson no elenco.

No espanhol “Verão 1993”, Frida, uma menina de seis anos de idade, que já era orfã de pai,  acaba de perder a mãe, vítima de Aids. Assim, ela é obrigada a se mudar de Barcelona para uma cidade no campo junto dos tios e da prima mais nova. Mas o que pode parece um dramalhão, pelas mãos da diretora Carla Simón, é apresentado pelos olhos da própria criança. A história  imerge numa sensação de incerteza, mais do que tristeza, através de uma câmera subjetiva.

A vida de um jovem recém formado à deriva na cidade de Nova Iorque começa a mudar quando ele descobre que seu pai está tendo um caso com uma jovem sedutora. Na intenção de tentar impedir que a situação continue, ele acaba se envolvendo com a amante. Com direção de Marc Webb, “Apenas um garoto em Nova York” conta com Jeff Bridges, Kate Beckinsale, Pierce Brosnan e Cynthia Nixon.

Dirigido por Taron Lexton, o filme “Em busca de Fellini” conta a história de Lucy, que completa 20 anos como uma jovem tímida, grudada na mãe (Maria Bello), que pouco sai de casa e dedica a maior parte do tempo a rever clássicos do diretor Federico Fellini. A grande oportunidade de sair do mundo da fantasia em que sempre viveu se dá numa viagem de autodescoberta à Itália, onde visita cenários de seus filmes favoritos e descobre o amor.

Na animação americana “Duda e os gnomos”, dirigida por Peter Lepeniotis e Shelly Shenoy,  Liam e sua mãe Catherine estão de mudança para a casa da Tia Sylvia. Com o tempo,  Liam percebe que coisas esquisitas estão acontecendo na casa e que, na verdade, ela pode ter outros moradores.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top