Assine o fluminense

Angela Ro Ro: 40 anos de amor à música

Cantora faz dois shows no Teatro da UFF neste fim de semana com repertório que perpassa sua carreira

Cantora e compositora carioca faz um retrospecto de seus maiores sucessos

Foto: Divulgação

Angela Ro Ro reencontra os fãs niteroienses neste fim de semana. A artista, uma das mais consagradas da MPB, traz seu novo show para cidade, o elogiado “Angela Ro Ro – 40 anos de amor à música”, que será apresentado neste sábado e domingo no Teatro da UFF, em Icaraí.

“Esse show tem um repertório que tenta reunir 40 anos de carreira. Um apanhado de tudo o que já fiz e gravei, canções dos outros e principalmente minhas. Acho que quando alguém consegue fazer um sucesso é maravilhoso, e eu, graças a Deus, tenho vários. Também por isso esse show é tão especial, tanto para mim quanto para o público que me acompanha”, adianta a cantora.

Dona de um canto raro e emocionante que arrebatou fãs por todo o País durante esse tempo, o espetáculo de Angela é uma celebração da trajetória de quatro décadas de uma extraordinária cantora, pianista e compositora carioca. 
“É o mesmo show que fiz no Teatro Rival há pouco tempo, que ficou lotado e o público gostou muito. Sei que lá é um espaço pequeno, mas eu também não sou nenhuma Ivete Sangalo nem Madonna para encher um Maracanã. Seja como for, o público presente me deixou muito feliz”, ressalta.

Como autora e compositora, a artista desenvolveu uma obra de peso que se constitui de vários clássicos da MPB. Com uma personalidade bem-humorada, inteligente, Ro Ro tem o tempo a seu favor e está sempre se reinventando, mas sem perder, nunca, sua espontaneidade nos shows, seu carisma e seu amor à música.

“Sempre aconteceu do meu trabalho ir despertando o interesse de novas gerações. Isso aconteceu com Simone, Maria Bethânia, depois com Cazuza e Barão Vermelho, e hoje com essa coletânea gravada por artistas que estão no cenário atual. É muito legal ser admirada por várias gerações, mesmo em momentos em que eu não estava tão bem na minha vida pessoal, passando por vários problemas. Mas minha música se manteve íntegra. Pertenço à música, e hoje entendi que a arte nos salva de qualquer coisa”, admite.

O show que chega em Niterói faz desse repertório uma viagem de descobertas e reencontros.

“Niterói é a parte mais bonita do Rio de Janeiro. Da outra vez que estive no Teatro da UFF, foi um sucesso, lotado. Por causa disso, agora a gente quis arriscar dois dias. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top