Assine o fluminense

Cahê Rodrigues de ‘casa nova’ na folia

Carnavalesco voltou ao Grupo Especial

O carnavalesco também passou pela Porto da Pedra, de São Gonçalo, onde conquistou seu 1º título com o enredo “Um sonho possível: crescer e viver agora é lei” pela Série A, estreando no ano seguinte no Grupo Especial

Foto: Divulgação
 

Cahê Rodrigues está de casa nova para o carnaval de 2020 sem descartar uma dupla jornada. O carnavalesco voltou ao Grupo Especial, passando a integrar a equipe da Comissão de Carnaval da União da Ilha, comandada pelo diretor Laíla. Ainda não está descartado, no entanto, o retorno à Acadêmicos de Santa Cruz, na Série A, onde o profissional levou o quinto lugar neste ano.

A equipe da União da Ilha começou a ser reformulada em maio deste ano, com a chegada de Laíla para a direção de carnaval e de harmonia da escola. Com ele, chegou também o carnavalesco Fran Sérgio, que dividirá a função com Cahê Rodrigues, anunciado nesta semana. Segundo o carnavalesco, o convite foi uma surpresa. 

“Depois de seis anos na Imperatriz Leopoldinense, volto ao Grupo Especial. Trabalhar ao lado do Laíla é um desejo antigo, já havíamos conversado há um tempo sobre a possibilidade e aconteceu no momento certo”, explica Cahê.
Além da União da Ilha, Rodrigues estuda a possibilidade de retornar à Santa Cruz, escola que o carnavalesco se desligou neste ano após ficar em quinto lugar no desfile pela Série A. A conversa ainda está em andamento. 

“Tenho uma história de amor e carinho com a Santa Cruz. Me desliguei porque precisava tomar uma decisão, mas recebi uma ligação do presidente da escola para que revisse minha decisão e estamos conversando”, afirmou.

Cahê Rodrigues iniciou sua carreira ao lado de Joãosinho Trinta na Beija Flor. Seu primeiro desfile assinado foi na Acadêmicos do Sossego, de Niterói, em 1998. 

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top