Assine o fluminense

Com a carta na manga

Estrelas da música lançam novidades nesse fim de ano que devem agradar

Estrelas da música lançam novidades nesse fim de ano que devem agradar

Foto: Divulgação

O ano de 2019 está chegando, e alguns artistas prepararam surpresas com lançamentos de músicas inéditas e algumas regravações que fizeram sucesso em outras vozes.

Depois de “Viver” e “Eu quero ver o mar”, Marcelo Falcão apresentou mais um single inédito do álbum que sairá no final de janeiro, já batizado de “Viver (Mais leve que o ar)”. Desde o dia 21, está disponível nas plataformas digitais a música “Diz Aí”. Representante da faceta reggae do álbum, que traz muitas outras influências musicais, “Diz Aí” conta com a participação especial de Cedric Myton, lenda do reggae roots jamaicano e cantor de uma das maiores bandas de reggae da história, a The Congos.

Cedric é o único integrante que sempre esteve à frente da banda Rio de Janeiro. A presença de Cedric reforça a influência do chamado reggae de consciência na música de Falcão.

Em homenagem à banda Charlie Brown Jr., que deixou saudade nos corações dos fãs, Projota decidiu fazer uma regravação de “Só Os Loucos Sabem”, um grande sucesso na voz de Chorão. A canção conta sobre o recomeço da vida de um homem, que se acertou com o passado, e hoje busca reconquistar o amor.

O single e o clipe já estão disponíveis nas plataformas digitais e no YouTube do rapper. A regravação de “Só Os Loucos Sabem” é a segunda canção do projeto “Amadmol ao Vivo”, que Projota gravou durante um show em outubro de 2017, em São Paulo.

O primeiro hit foi “Pique Pablo”, em parceria com Haikaiss. Os demais clipes do mesmo trabalho têm previsão de lançamento para janeiro do próximo ano. Entre eles estão “Oh Meu Deus”, “Rebeldia”, “Segura Seu B.O”, em parceria com Rashid; “Linda”; “Canção Pro Tempo”; “Mulher Feita”; “Ela Só Quer Paz”; “Rezadeira” e “Muleque de Vila”.

A cantora Daniela Mercury é uma das artistas confirmadas para o evento

Foto: Divulgação

Sempre que chega o verão, artistas ligados ao carnaval da Bahia jogam na rede músicas gravadas com o intuito de fisgar a atenção dos foliões que animam a cidade de Salvador na estação mais quente do ano. Carlinhos Brown é um desses artistas.  A aposta do cantor, compositor e percussionista baiano é numa suave versão carnavalesca de “O Que Seria”, parceria dele com o cantor e compositor paulista Júnior Meirelles.

A versão carnavalesca da música preserva as cordas e acentua o toque da percussão, caindo com ênfase em suingue que, a rigor, nem pode ser caracterizado como carnavalesco.

Ainda na onda do carnaval, Claudia Leitte lançou “Saudade”, samba-reggae de sua autoria com Tatau e Xixinho, gravado com o famoso baticum do grupo Olodum e o grupo de rap Hungria Hip Hop.

Daniela Mercury também está investindo em samba-reggae. “Pantera Negra Deusa” foi composta por ela em parceria com o filho Gabriel Póvoas para celebrar os 45 anos do bloco afro-baiano Ilê Aiyê. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top