Assine o fluminense

Diretores em destaque

Estreias da semana contam com novo filme de Wim Wenders, de José Padilha e de Ruy Guerra

Filme "Todo Clichê do amor" conta com elenco de peso

Foto: Divulgação

Quem gosta ou quer conhecer mais sobre o potencial dos diretores nacionais terá a oportunidade de assistir a quatro produções de variados gêneros e temáticas de cineastas que fizeram, e fazem, sucesso ontem e hoje.

Com direção do carioca José Padilha, “7 Dias em Entebbe” é um suspense baseado no caso do voo da AirFrance que ia de Tel-Aviv para Paris e acabou sendo sequestrado por terroristas em 1976. Padilha conta a história sob a ótica dos terroristas pró-palestinos que forçaram que o pouso fosse feito em Entebbe, antiga capital de Uganda, e os passageiros judeus mantidos reféns para terem sua liberdade negociada com o governo israelita, o que desencadeia uma operação.

Do clássico diretor Wim Wenders, “Submersão” mostra o novo desafio de Danielle, vivida pela atriz Alicia Vikander, uma exploradora de oceanos que decide descer o abismo Ártico. Para a missão, ela contará com a ajuda de James (James McAvoy), um empreiteiro acusado de ser espião e que é interrogado por jihadistas africanos.

A comédia romântica brasileira “Todo Clichê do Amor” marca presença de um elenco de peso, do qual fazem parte Débora Falabella, Marjorie Estiano, Maria Luisa Mendonça, entre outros. A trama se passa na cidade de São Paulo e conta a história de três mulheres: uma garota de programa que deseja se tornar mãe; uma garçonete comprometida que tem um admirador capaz de tudo para provar seu amor; e uma madrasta que tenta cativar a enteada no velório do pai.

A produção alemã “De encontro com a vida”, do diretor Marc Rothemund, mostra o drama de Saliya que, quando se vê perto do término da faculdade, tem 95% da visão afetada por uma doença genética. Seu grande sonho era trabalhar em um hotel de luxo, mas sua nova deficiência acaba fechando quase todas as portas de emprego - quase. Até que com a ajuda de seu amigo Max começa a trabalhar em um hotel na cidade de Munique e se apaixona por Laura.

Do clássico diretor Wim Wenders, “Submersão” mostra o novo desafio de Danielle, vivida pela atriz Alicia Vikander,

Foto: Divulgação

Quase Memória”, do cineasta brasileiro Ruy Guerra, traz a intimista e estranha situação de Carlos, um jornalista que recebe um pacote em sua casa que, por meio da letra e do embrulho, logo reconhece como vindo do seu próprio pai.

O problema é que Ernesto, seu pai, morreu há alguns anos. Espantado, ele vive o dilema de decidir se abre ou não, enquanto relembra momentos que teve ao lado dele.  O documentário “Construindo Pontes”, da cineasta Heloisa Passos, mostra sua turbulenta relação com seu próprio pai, que foi um bem-sucedido engenheiro civil que viveu o auge da carreira na ditadura militar, enquanto sua filha vivia um tempo marcado pelo autoritarismo. Entre memórias e um futuro incerto, eles buscam outras maneiras de enxergar o mundo. 

No longa de terror “Exorcismos e Demônios”, um padre é preso após praticar exorcismo em uma freira, que acabou morrendo. Intrigada com o caso, uma jornalista começa uma investigação para descobrir se a freira que morreu estava realmente possuída ou apenas passando por problemas psicológicos.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top