Assine o fluminense

Hilda Hilst: desejo sagrado e profano

Atriz Fabiana Pirro, dá vida à Líria, uma mulher de 40 anos que transborda de desejo e dialoga com presenças e ausências

Em cena, a atriz Fabiana Pirro na peça “Obscena, um encontro com Hilda Hilst”

Foto: Divulgação / Renato Filho

A Caixa Cultural está recebendo, de sábado e domingo, até o dia 29 de abril, sempre às 19h, o espetáculo “Obscena, um encontro com Hilda Hilst”, escrito e dirigido pela pernambucana Luciana Lyra.

Em cena, a atriz Fabiana Pirro, conterrânea da diretora, dá vida à Líria, uma mulher de 40 anos que transborda de desejo e dialoga com presenças e ausências. Um desejo que se expõe em convergência entre o sagrado e o profano. Como outros narradores-personagens de Hilda Hilst, ela está mergulhada num fluxo de consciência fragmentado, num lugar em que surgem os homens-fantasmas de sua vida: Avô, Pai, Filho e Deus.

O projeto teve início em janeiro de 2014, passaram uma temporada na Casa em Campinas, na qual e, em seguida, em Recife. A peça estreou na capital pernambucana em janeiro do ano seguinte e, desde então, já viajou para a Paraíba, Portugal e São Paulo.

A Caixa Cultural fica na Avenida Almirante Barroso, 25, no centro do Rio. Sextas, sábados e domingos, às 19h. Preço: R$ 20. Classificação: 16 anos. Telefone: 3980-3815.

 

 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top