NITERÓI/RJ
Min:   Max:

MAC inaugura exposição de Abdias Nascimento

Três novas mostras reúnem nomes como Ivan Serpa, Abdias Nascimento e Engel Leonardo

Foto: Paulinho Muniz / Divulgação

É tempo de renovação nas salas do Musesalas do Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói. Neste sábado (13) às 10h, acontecerá a inauguração de três exposições no espaço. A primeira é “Abdias Nascimento: um espírito libertador”, a primeira exposição no MAC dedicada ao ativista, político e artista. 

A mostra reúne, no Salão Principal, 30 obras que abrangem um período que vai dos anos 60 ao fim dos anos 90. Tudo isso graças a uma parceria com o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros (IPEAFRO), fundado pelo próprio Abdias, e, hoje, dirigido por Elisa Larkin Nascimento - viúva do homenageado.  

Segundo o curador Raphael Fonseca, a exposição faz parte de uma iniciativa da atual gestão em dar mais espaço para artistas afro-brasileiros. 

“Desde que eu e o Pablo Leon começamos a trabalhar na curadoria do MAC, sob a direção do Marcelo Velloso, fizemos uma estatística e constatamos que na história do museu, nesses 23 anos de atividades, poucas exposições foram dedicadas a artistas afro-brasileiros. Então, desde que entramos, há dois anos, já fizemos exposições do Ayrson Heráclito, Sonia Gomes, Jaime Lauriano e, agora, o Abdias”, declara Raphael. 

A segunda exposição é “O País Ocupado”, com obras dos artistas Antonio Dias, Antonio Manuel, Ivan Serpa e Rubens Gerchman, em homenagem ao legado de João Sattamini, colecionador de obras de arte que foi dono de um rico acervo que reúne o que de melhor foi produzido na arte contemporânea brasileira. 

 

Foto: Divulgação

Além dos trabalhos dos quatro artistas – importantes figuras da resistência artística frente ao regime totalitário instituído no Brasil durante o governo militar –, a exposição também contará com a exibição do filme “Ver Ouvir”, curta dirigido pelo cineasta Antonio Carlos da Fontoura, que acompanha a produção dos artistas Antonio Dias, Rubens Gerchman e Roberto Magalhães. 

A terceira, que ficará exposta na varanda do museu, é “Farol”, do artista dominicano Engel Leonardo, um projeto baseado em um concurso aberto em 1928, em Santo Domingo - capital da República Dominicana -, que propunha a construção de um monumento dedicado ao descobrimento das Américas por Cristóvão Colombo.

Um dos arquitetos participantes foi o brasileiro Flávio de Carvalho, que não conseguiu vencer o concurso, mas recebeu uma menção honrosa e serviu de inspiração para Engel produzir uma série de esculturas baseadas nos desenhos de Flávio. 

O MAC Niterói fica no Mirante da Boa Viagem, s/n, em Boa Viagem. Ficarão em cartaz até 4 de agosto, com visitação de terça a domingo, das 10h às 18h. Preço: R$ 10 (inteira). Telefone: 2620-2481. 

Scroll To Top