Assine o fluminense

Mais acesso para a cultura

Seminário no Centro de Artes UFF vai debater diversidade, políticas e estratégias e propor reflexões

Fazem parte da programação uma conferência com a professora e doutora Viviane Panelli Sarraf

Divulgação

O Centro de Artes UFF promove o 1º Seminário de Acessibilidade Cultural a partir desta quarta-feira (14), indo até o dia 18 de agosto. Diversidade, políticas e estratégias de acessibilidade, direitos culturais, gastronomia acessível e educação inclusiva serão alguns dos temas debatidos em mesas, rodas de conversa, filmes e muito mais.

O projeto visa estimular reflexões e aproximações da temática a partir de experiências e relatos, pesquisas e projetos experimentais de e com pessoas com deficiência, e dar visibilidade a iniciativas individuais e institucionais em prol da cultura acessível, buscando proporcionar a construção de parcerias e redes de acessibilidade.

“A expectativa, com esse seminário inaugural, é de aprimorarmos conhecimentos não somente na área de tecnologias assistivas, mas fundamentalmente o de proporcionarmos um ambiente de acolhimento e fruição estética a públicos diversos que frequentam os nossos espaços, sensibilizando a sociedade à convivência da nossa diversidade humana”, afirma Marianna Kutass, produtora do Centro de Artes UFF, que sugeriu a ideia de realização de um seminário sobre o tema.

Dentro da programação, um dos destaques é a master-class com o francês Jules Thenier, que desenvolve projetos audiovisuais como diretor e roteirista, no dia 16, às 11h, na Sala Interartes, do Instituto de Arte e Comunicação Sociais e haverá tradução consecutiva francês/português e intérprete de Libras.

No mesmo dia, Nathan Braga e Marisa Florido (artista e curadora da exposição “Agarrar-se a pedras afiadas”); Fernanda Andrade (artista da exposição “Desenho-Caminho”) e Jéssica Siqueira Luiz (coordenadora do Projeto Turismo, Hospitalidade e Inclusão - UFF) conversarão com o público sobre seus trabalhos em artes visuais no Encontro com Artistas às 16h, na Galeria de Arte UFF.

"Desenho-Caminho”, de Fernanda Andrade

Divulgação

A semana contará com a exibição gratuita de filmes da Mostra de Cinema Sem Diferenças (Festival International du Film sur le Handicap,França), em sua primeira edição no Brasil, que acontece no Cine Arte UFF, com acessibilidade (audiodescrição), LSE (Legendagem para Surdos e Ensurdecidos), janela LIBRAS. Dentre os filmes exibidos estão os curtas “Anna” e “Vai, Just”.

Também faz parte da programação, o espetáculo teatral “Ponto de Vista”, comédia com o ator cego Jeffinho Farias, que apresenta ao público de maneira bem-humorada algumas das situações que ele mesmo vivencia, além de causos baseados em histórias reais.

“Esse seminário indica o nosso movimento e desejo de tratar a acessibilidade como algo mais cotidiano. É muito importante reunir  produtores culturais, gestores, públicos, lideranças institucionais e principalmente as pessoas que vivem as dificuldades da acessibilidade por força de suas próprias experiências. Precisamos reconhecer e ouvir essas vozes. Fica aqui o nosso convite ampliado a todos”, convida Leonardo Guelman, superintendente do Centro de Artes UFF.

Programação no site: www.centrodeartes.uff.br

 
 
 
 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top