Assine o fluminense

Mais Leitura vende 40 mil títulos na Bienal do Livro

Programa da Imprensa Oficial do Estado do Rio foi destaque na feira literária

O projeto Mais Leitura foi o grande destaque na 18ª Bienal Internacional do Livro do Rio. Nos 11 dias da feira literária, o programa da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro vendeu 40.260 livros, com cerca de 1.500 títulos diferentes. Este ano, de acordo com os organizadores, 680 mil pessoas circularam pelo Riocentro.

 Os preços de R$ 2 a R$ 7 e a diversidade de oferta – de obras infantis a títulos de Economia e Direito – atraíram uma multidão ao estande, que formava filas para entrar no espaço de 120 metros quadrados instalado no Pavilhão Verde.
 
"O saldo foi muito positivo. Tivemos uma extensa programação no estande, dando espaço para editoras e autores fluminenses, e ultrapassamos a marca de 40 mil livros vendidos em um momento difícil da economia. Saímos com a sensação de dever cumprido, de contribuir para democratizar o acesso à leitura", disse o presidente da Imprensa Oficial, Jorge Narciso Peres.

Segundo a coordenadora do Mais Leitura, Thatiana Escócio, os títulos infantis foram os campeões de venda, seguidos pelos mais específicos.

"Livros de Economia, Administração e Direto também saíram bastante, porque costumam ser caros. As pessoas ficavam maravilhadas e era difícil ver alguém na fila com um só na mão", afirmou a coordenadora, acrescentando que a média de venda foi de seis livros por cliente durante os 11 dias da feira.

Moradores de Belo Horizonte, Débora e Humberto Silva voltaram para casa com 140 livros.

"A iniciativa é o máximo e vale muito a pena", elogiou Débora Silva.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top