Assine o fluminense

No domínio do tempo

À frente do ‘Superstar’ aos domingos, a bela Fernanda Lima, aos 38 anos, se apresenta cada vez mais à vontade na TV

A loura mostra que o tempo foi seu melhor aliado para se sentir segura no vídeo

Foto: Isabel Almeida/CZN

A televisão é um meio complexo para se adaptar. Após anos atuando no mundo da moda, Fernanda Lima chegou ao veículo decidida a desbravá-lo e se fixar. Depois de sua estreia na extinta MTV em 1999, a gaúcha de 38 anos colecionou uma série de formatos diferenciados na RedeTV!, no canal musical e na Globo, em que permanece contratada até hoje. Atualmente à frente do “Superstar” e recém-saída do “Amor & Sexo”, a loura mostra que o tempo foi seu melhor aliado para se sentir segura no vídeo. “A ideia é que eu me sinta cada vez mais confiante. Quanto mais você trabalha, mais traquejo e experiência vai pegando”, explica ela, que comanda a terceira temporada do “reality” musical. “Estou mais tranquila, batendo uma bola melhor com os jurados e lidando com a questão do ao vivo”, completa.

Acostumada aos programas noturnos e com maior liberdade de assunto, Fernanda garante que o novo horário vespertino da produção não altera seu estilo e sua identidade como apresentadora. “Tenho uma personalidade bem forte. Faço o que sou. Não vou impostar uma voz ou usar uma linguagem diferente. Quem me conhece sabe como sou mais ou menos”, ressalta. Ainda assim, ela afirma que mantém uma preocupação em não chamar a atenção durante a competição musical. Por isso, evita o vocabulário mais despojado do “Amor & Sexo”. “Antes, a ideia era interagir com meus convidados e deixá-los em apuros. No ‘Superstar’, o foco vai para os talentos que estão buscando um espaço na música”, aponta.

Apesar de ter entrado no ar com dois programas na sequência na grade, Fernanda garante que sua rotina de trabalho é bastante tranquila. No comando de produções por temporada, a apresentadora não conta com uma carga exaustiva. As reuniões do “Superstar”, por exemplo, começaram bem depois do fim das gravações de “Amor & Sexo”.

“Não faço um programa diário. Então, não posso reclamar de falta de tempo ou de uma agenda que me pressione”, valoriza. Além disso, por conta do formato comprado do “Superstar”, Fernanda pouco intercede no roteiro e em detalhes do “reality”, o que gera mais tempo para outros compromissos profissionais fora da TV.

“Esse programa não depende muito de mim. Leio durante a semana e estudo antes de entrar no palco. Mas não escrevo ou quebro a cabeça para criar”, afirma.

Há oito temporadas à frente do “Amor & Sexo”, Fernanda foi além da apresentação e assumiu o roteiro da produção ao lado de Antônio Amâncio.

“Eles sempre me deixaram à vontade para escolher que caminho seguir”, elogia.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top