Assine o fluminense

Relatos de uma mulher empreendedora viram livro

Marcele Porto lança ‘Alma feminina no negócio’, sobre mulheres de negócios

Na obra, são destacadas as dificuldades de ser uma empreendedora, como começar a empreender, como se manter na empresa, etc.

Divulgação
 

O livro “Alma Feminina no Negócio”, de Marcele Porto, foi lançado esta semana no Lab Oi Futuro. O primeiro livro da empreendedora trata sobre o empreendedorismo feminino e suas dificuldades. Marcele sempre foi uma mulher de negócios e, por conta disso, passou por diversas dificuldades para manter o próprio negócio e fazê-lo funcionar de forma que pudesse tirar seu sustento dali. Após anos trabalhando em empresas grandes, resolveu investir com alguns amigos em um hostel, chamado “Beers Five Hostel House”, que funcionou até este ano. Devido a história que carrega consigo, a empresária foi convidada por um grupo de pós-graduandos para ser tema de um livro, que seria um projeto para a conclusão da pós, o TCC.

No livro, nomeado “Alma Feminina no Negócio”, são destacadas as dificuldades de ser uma empreendedora sendo mulher, como começar a empreender, como se manter na empresa e fazer tudo funcionar como tem que ser, além de contar detalhes sobre a história de vida e de trabalho de Marcele Porto. Inicialmente, o livro seria apenas um projeto acadêmico mas, por conta do sucesso que fez, resolveram que deveria ser lançado. 

Para a empresária, é importante que as mulheres se fortaleçam entre si e o pensamento feminino.

“Eu venho me movimentando muito nesses três anos nesse sentido e comecei a entender que as conquistas das mulheres são extremamente recentes, comecei a pesquisar sobre empreendedorismo, comecei a entender esse movimento de mundo, a questão da mulher que começa a trabalhar e começar a levar renda para a sua família. A mulher sempre teve uma representatividade muito grande dentro dessa economia familiar, ou gerenciando a renda ou efetivamente usando seus dotes para auxiliar na economia familiar, só que nunca foi reconhecida devidamente. E a nossa percepção hoje é de que a gente precisa ter igualdade dos gêneros no sentido da valorização do que a gente representa dentro dessa estrutura familiar e como essas coisas são construídas dentro da sociedade. A gente já conquistou muita coisa, mas ainda tem muita coisa a ser conquistada”, desabafa. 

Um Cavalheiro a Bordo (Arqueiro) – Durante um passeio pela costa, a independente e aventureira Poppy Bridgerton fica agradavelmente surpresa ao descobrir um esconderijo de contrabandistas dentro de uma caverna. Mas seu deleite se transforma em desespero quando dois piratas a sequestram e a levam a bordo de seu navio.

A Última Colônia, vol. 3 (Aleph) – A raça humana tenta expandir seus territórios, mas tem um problema: os planetas habitáveis são poucos e a competição por eles é enorme. Após anos sem expandir fronteiras, a União Colonial toma a decisão de iniciar uma nova colônia, e a tarefa é entregue a dois heróis: John Perry e Jane Sagan. 

Jane (Pipoca e Nanquim) – Jane perdeu os pais muito cedo para o mar e foi forçada a viver de maneira praticamente invisível na casa da tia e dos primos. Ao atingir a maturidade, ela decide que seu lugar não é em uma pequena cidade do interior de Massachusetts, mas sim na maior metrópole do país.

A Terra Inabitável (Companhia das Letras) – Nesta projeção do nosso futuro próximo, David Wallace-Wells joga luz sobre os problemas climáticos que nos aguardam: falta de alimentos, emergências em campos de refugiados, enchentes, destruição de florestas e desertificação do solo. 

 

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top