Assine o fluminense

Talentos de Niterói reconhecidos em outros municípios do Rio

Realizado pela FAN, projeto ‘Niterói Além da Ponte’ leva atrações da cidade a Nova Iguaçu e Duque de Caxias

Projeto teve seu lançamento no último dia 3 de maio, no Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Divulgação: Thiago Cortes

No próximo fim de semana, o projeto “Niterói Além da Ponte” leva atrações niteroienses a Nova Iguaçu e Duque de Caxias. Sexta-feira (17), às 17h, o cantor e compositor André Jamaica agita a Praça Ruy Barbosa, em Nova Iguaçu, ao som de seu samba, que deu seus primeiros passos na mesma cidade, na década de 90.

Já no sábado (18), às 11h, é dia de dança na praça, com a apresentação da Comrua Companhia de Dança executando o espetáculo “Ronco dos Motores”, no qual os oito bailarinos combinam elementos de danças contemporânea e urbana para versar sobre o comportamento humano através do movimento. 

No mesmo dia e horário – sábado, às 11h –, a Praça Roberto Silveira, em Duque de Caxias, recebe o espetáculo infantil “Dona Baratinha em tempos modernos”, da companhia teatral Lobianco Produções. No dia seguinte, domingo (19), também às 11h, o grupo Choro Malandro leva à Praça da Mantiqueira, no bairro Parque Xerém, um repertório repleto de samba, baião, maxixe e xaxado. 

O projeto, que teve seu lançamento dia 3 de maio, no MAC Niterói, tem o objetivo de criar um intercâmbio cultural, levando 35 artistas niteroienses a 16 municípios vizinhos, para promover uma programação recheada de música, teatro e dança. Entre as cidades escolhidas, além das já citadas anteriormente, estão Petrópolis, São Gonçalo, Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo e outras. 

No dia 18, a Comrua apresenta “Ronco dos Motores” na Praça Ruy Barbosa. André Jamaica se apresenta em Nova Iguaçu

Divulgação: Thiago Cortes

É uma iniciativa da Prefeitura de Niterói, realizada por meio da Secretaria das Culturas e Fundação de Arte de Niterói (FAN), que se tornou possível a partir de uma emenda parlamentar do deputado Chico D’angelo. André Diniz, presidente da FAN, comenta a importância do projeto para Niterói. 

“Este projeto é muito importante para a cidade, pois Niterói é um celeiro de grandes artistas de todas as áreas. Estamos possibilitando que várias cidades conheçam esses artistas de excelência das esferas de música, dança, teatro e fotografia, que representam muito bem Niterói e que agora têm a oportunidade de ir para outros municípios do Estado do Rio de Janeiro e apresentarem suas artes, com toda a infraestrutura necessária”, esclarece. 

A programação atravessará as cidades durante os fins de semana até dia 13 de julho. Apesar de inovador, o projeto marca a realização de um desejo muito antigo da classe artística niteroiense. Segundo o coordenador artístico Marcelo Sabino, também artista, a adesão das cidades foi imediata. 

“Viajei as 16 cidades e conversei com os secretários de cultura. Todos eles foram muito receptivos, adoraram o projeto, porque, na verdade, as cidades visitadas não entrarão com nenhum recurso financeiro. Toda a estrutura é financiada pelo orçamento do próprio projeto. As cidades entram só com a infraestrutura local, como segurança e logística”, explica. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top