NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Um novo olhar sobre um clássico

Espetáculo é adaptado e dirigido por Bia Lessa e inspirado na obra de João Guimarães Rosa, escrita no século XX

Divulgação

Está em cartaz no Teatro Popular Oscar Niemeyer, até dia 30, o espetáculo-instalação “Grande Sertão: Veredas”, adaptado e dirigido por Bia Lessa e inspirado na obra de João Guimarães Rosa, escrita no século XX. 

A peça está em cartaz na cidade pela primeira vez após rodar 11 cidades em apenas um ano e conquistar 13 importantes prêmios dentre mais de 40 indicações. No palco, os atores encenam dentro de uma grande estrutura de ferro em formato parecido com uma gaiola. 

Na história, Riobaldo atravessa o sertão com o objetivo de combater Hermógenes (José Maria Rodrigues), seu maior inimigo, e viver seu amor por Diadorim (Luiza Lemmertz). 

Caio Blatt declara que, apesar de interpretar Riobaldo, a identidade do personagem foi construída coletivamente durante os ensaios.

Segundo Bia Lessa, a instalação é fundamental, pois esclarece um conteúdo da própria obra de Guimarães Rosa. 

“Ele começa o livro com um travessão e termina com um sinal do infinito. Isso quer dizer que não acaba nunca. Termina emendando com o início. A ideia da instalação é de manter essa permanência. Em cena, acontece o encontro dos atores com a palavra do Guimarães e, depois, continua ali, em exposição para o público. Permanece”, explica a dramaturga. 

O Teatro Popular Oscar Niemeyer fica na Av. Jornalista Rogério Coelho Neto, s/n, no Caminho Niemeyer, Centro de Niterói. Fica em cartaz até 30 de junho, com apresentações de sexta a domingo, às 19h. Preço: R$ 20 (inteira). Classificação: 18 anos. A instalação fica aberta a visitação de sexta a domingo, das 15h às 18h, com entrada franca.

Scroll To Top