Assine o fluminense

FGV discute soluções para a educação infantil

Ainda faltam recursos para melhorar a educação infantil, que tem um custo mais elevado

A Fundação Getulio Vargas (FGV) realiza um seminário para debater a educação básica. O Revista Brasil conversou com o professor da FGV José Henrique Paim sobre as dificuldades no ensino infantil.

Os principais desafios do ensino infantil hoje são: estimular aprendizado, acesso, equidade, formação dos professores e qualidade.

Segundo Paim, ainda é preciso fazer um esforço para se alcançar a universalização da pré-escola. O objetivo é chegar a 96% do atendimento. Hoje 90% são atendidos.

"Nesses últimos dez anos, especialmente, nós tivemos um crescimento importante em relação à pré-escola", declarou o professor.

Ainda faltam recursos para melhorar a educação infantil, que tem um custo mais elevado. Ao mesmo tempo, o setor também enfrenta problemas de gestão, embora o ensino fundamental nos municípios tenha apresentado avanço nos últimos anos, de acordo com Paim.

O professor afirma também que hoje o desafio mais importante é em relação à qualificação dos docentes.

O seminário "Educação básica no Brasil: Desafios e possibilidades dos ensinos infantil e médio" é realizado nesta segunda-feira (25), das 9h às 18h, na FGV de Botafogo, no Rio de Janeiro.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top