Assine o fluminense

Espaços democráticos por Niterói

Com entrada gratuita, cidade possui, de Norte a Sul, lugares ecléticos para o lazer de todas as idades

No Skatepark, em São Francisco, pessoas de várias regiões da cidade aperfeiçoam suas técnicas sobre as rodinhas

Foto: Marcelo Feitosa / Arquivo

A chegada do verão é um convite à parte para os niteroienses aproveitarem as áreas de lazer da cidade. Abrigando belezas naturais e paisagens deslumbrantes, Niterói oferece uma série de opções para quem curte programações ao ar livre e dispensa o entretenimento entre quatro paredes. Unindo bem-estar e lazer em diferentes espaços a céu aberto, o município atrai olhares por possuir inúmeras alternativas de diversão gratuitas, que favorecem o bolso. 

Para quem está em busca de ambientes tranquilos para desfrutar os dias de verão com a família, na Zona Sul da cidade o que não faltam são opções. O Campo de São Bento, em Icaraí, é uma das áreas de lazer que há gerações vem marcando a infância dos moradores. Com uma estrutura paisagística inspirada no romantismo inglês e uma vasta variedade de espécies botânicas, o espaço possui um pequeno parque de diversões e aos finais de semana recebe uma feira de artesanatos, que atrai centenas de pessoas. 

O casal Tadeu Correa, 33 anos, e Renata Vianna, 32 anos, está entre os moradores de Niterói que não abrem mão do tradicional passeio no Campo de São Bento aos domingos com os filhos. Segundo eles, a área é o coração da cidade e precisa ser usufruída, pois preserva um clima harmonioso, ideal para a boa e velha diversão em família.

“Geralmente, a gente aproveita o parque no período da manhã, quando a temperatura está mais amena. Nós amamos esse espaço a céu aberto porque é uma oportunidade de fugir da rotina corrida e dos desgastantes passeios em shopping centers, para desfrutar de momentos especiais em que temos contato com a natureza e fortalecemos nosso vinculo familiar”, disse Renata.

No bairro de São Francisco, um dos points mais frequentados pelas famílias e pelos amantes dos esportes é o Skatepark Carlos Alberto Parizzi. Área livre para alcançar voos e manobras radicais, o espaço transformou-se na nova casa dos adeptos da prática do skateboard e recebe esportistas de todas as idades. É lá onde os skatistas fazem novos amigos e aperfeiçoam suas técnicas, bem de frente para a exuberante Praia de São Francisco. 

Não muito longe dali, um outro espaço vem chamando a atenção dos moradores do Centro. Inaugurado há pouco mais de dois meses, o Parque das Águas é um recanto distinto, localizado no ponto alto da cidade, e é uma ótima alternativa para quem busca paz e tranquilidade em meio ao tumulto urbano. O ambiente se destaca por possuir um jardim sensorial composto de espécies botânicas que aguçam os sentidos daqueles que desejam experimentar novas sensações ao ter contato direto com a natureza. 
De acordo com o administrador Wilson Saliba, 50 anos, o Parque das Águas redecorou o centro da cidade, e é uma opção de lazer tanto para quem vive no bairro quanto para quem apenas exerce atividades profissionais ao longo da semana. 

“Venho caminhar diariamente e me sinto renovado cada vez que passeio por essa área. É um espaço que me conecta com a natureza e me permite ter uns minutos de bem-estar, longe de toda a agitação. Inclusive, costumo fazer atividades físicas aqui, acompanhado do meu cachorro que também adora essa área”, disse.

Já na Zona Norte, o Horto do Fonseca é o lugar que reúne todas as tribos. Revitalizado em 2015, o espaço se tornou um polo de lazer por abranger uma grande estrutura com playground, quadra poliesportiva, pista de patinação, bicicletário, etc. O local é frequentado por pessoas de todas as idades que buscam diversão e qualidade de vida em um único espaço. Aos finais de semana, além dos adeptos das práticas esportivas, o horto é o lugar certo para as famílias aproveitarem o dia rodeadas por um belo conjunto de paisagens verdes.

“Nessas férias escolares, o ponto de encontro da criançada é o Horto do Fonseca. Como moro próximo do local, costumo levar meus filhos e sobrinhos, inclusive, às vezes fazemos até piquenique. Essa é uma programação saudável que tento fazer com frequência, porque permite que os pequenos brinquem livremente. Sem falar que para os pais também é ótimo, já que o ambiente oferece uma sensação de bem-estar, que beneficia nossa saúde mental”, disse a moradora do bairro, Michelle Barros, 30 anos. 

Por falar em horto, a cidade de Niterói dispõe de mais dois locais onde a interação com a natureza é constante, um no Barreto e outro na Região Oceânica de Niterói. Nos locais, niteroienses e turistas encontram um reduto de tranquilidade em meio à dinâmica urbana.  

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top