Assine o fluminense

‘Corrida da Virada’ encerra o calendário esportivo em Niterói

Competição será na manhã deste domingo e promete levar cerca de mil corredores às ruas da cidade

Niterói foi uma das cidades mais importantes para os corredores em 2018

Divulgação

Faltando pouco dias para a chegada de 2019, é comum entre a maioria das pessoas falar sobre os famosos panetones, rabanadas e todas as comidas gostosas que estiveram no prato neste fim de ano. Mas assim como vem a culpa com os excessos, a oportunidade de poder terminar o ano queimando as calorias pode ser encontrada na última corrida do ano em Niterói. Trata-se da Corrida da Virada, que acontecerá amanhã, às 8h, com largada na Praça da Boa Viagem, na Zona Sul. Os participantes poderão optar por uma corrida e caminhada de 4,5 km ou, para os mais ousados, uma corrida de 13,5 km.

O evento é voltado para as categorias masculino e feminino e haverá premiação total de R$ 1,2 mil, além de medalhas exclusivas para os três primeiros colocados, além das tradicionais medalhas de finisher para todos os participantes. Para o organizador e personal trainer Aldair Junior, a prova promete atrair mais de mil pessoas.

“Tenho certeza que Niterói já entrou no calendário esportivo dos corredores do Estado. Temos diversos grupos de qualidade e isso está atraindo os corredores. Nesse ano, nós teremos chilenos na Corrida da Virada”, disse o organizador do evento e personal trainer Aldair Júnior, projetando novas corridas para 2019.

Os participantes que ainda não retiraram o kit poderão fazê-lo até este sábado (29), das 9h às 14h. Ainda de acordo com o regulamento, os documentos para a retirada do kit deverão ser a confirmação de inscrição emitida pelo sistema Ticket Agora e documento original com foto do participante. Já os participantes que terão os kits retirados por terceiros, só poderão fazê-lo mediante a apresentação de autorização específica para este fim e cópia de documento de identificação do inscrito.

O endereço para a retirada é no Studio AJ Personal, que fica na Rua Tavares de Macedo, 95 sala 1007 - Icaraí – Niterói. O telefone para contato é o (21) 2611-2665 / (21) 9642-55707. 

Calendário – E para comprovar que Niterói é o “paraíso das corridas”, o ano de 2019 promete. Além das tradicionais Corrida Social e Meia Maratona, o calendário de provas na cidade já tem, pelo menos, 10 competições marcadas. A primeira será no dia 20 de janeiro, a Corrida Pro Echo Vida, com largada no SkatePark, em São Francisco. Os atletas poderão optar por disputar 5 ou 10 km. (https://www.ticketagora.com.br/e/Corrida-Pro-Echo-Viva-A-Vida-7078?orige...). 

Já no domingo seguinte (27) será a vez da Corrida da Guarda, organizado pela Guarda Municipal de Niterói. Os participantes poderão optar por corrida e caminhada de 4,5 km ou apenas corrida de 9 km. A largada, às 7h30, será na altura da Praça Everardo Marques, na Boa Viagem, com o ponto de retorno próximo à Concha Acústica de Niterói e término novamente no local de largada. O trajeto será feito duas vezes para quem optar por fazer os 9 km.
 

Milhares na São Silvestre 

Já nesta segunda-feira, a mais tradicional e importante prova de rua do país reunirá 30 mil corredores de diversas partes do mundo para seus 15 km por vias paulistanas, com largada na Avenida Paulista, próximo ao número 2000, e chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, também na Avenida Paulista, 900.  

A programação no dia da corrida começará cedo. A categoria Cadeirante começará às 8h20, ficando o pelotão de elite feminino às 8h40. Logo em seguida, às 9h, será a vez da largada do pelotão de elite masculino e atletas da categoria geral. 

O bloqueio das ruas começará ainda no domingo e será mantido até terça-feira, após o evento da virada do ano. Nas horas que precedem a São Silvestre, até depois da corrida, apenas os atletas inscritos poderão circular na área reservada.

Ademais, todos os 15 km que constituem o percurso da prova contarão com atenção especial dos órgãos organizadores da prova. 

Serão seis postos de água e sanitários ao longo do trajeto (nos quilômetros 3, 6, 8, 10, 12 e 14), um a mais que os anos anteriores, além de 25 unidades de suporte médico e 18 ambulâncias. Na pista, batedores da Polícia Militar estarão fazendo a escolta dos atletas.

A Comissão Organizadora da São Silvestre destaca ainda que a inscrição é pessoal e intransferível, não havendo possibilidade de transferência para outro atleta. 

As ocorrências de fraudes apuradas em 2017 já estão sendo tratadas nas esferas civil e criminal e neste ano não será diferente. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top