Assine o fluminense

Após vaias, diretoria banca Valentim

Torcedores criticaram o técnico após derrota para a Cabofriense neste domingo. Técnico se mostrou tranquilo

Equipe comandada por Valentim perdeu a invencibilidade no Carioca

Rafael Ribeiro/Vasco

Nos últimos dois jogos disputados pelo Vasco - vitória sobre Avaí e derrota para a Cabofriense - o técnico Alberto Valentim foi muito hostilizado por torcedores do Vasco. Os ataques ao treinador têm se intensificado nas redes sociais, mas a pressão não tem causado efeito sobre a diretoria do clube de São Januário.

Em recentes pronunciamentos, o presidente Alexandre Campello ratificou a confiança da diretoria no trabalho do treinador e explicou que o Vasco sofreu apenas uma derrota na temporada, o que atesta a competência do treinador.

Após a derrota diante da Cabofriense, em Caciacica, no último domingo, Valentim disse que enquanto as vaias estiverem direcionadas em sua direção, não haverá problema, porque isso faz parte da rotina de um técnico no futebol brasileiro. O técnico explicou que ainda está no início da carreira e que sabe como funcionam as coisas quando o profissional pode ser aplaudido ou vaiado.

“O importante é que não direcionem para os jogadores, aí vai ficar tranquilo. Nós vamos seguir nossa caminhada”, disse o treinador.

Para a partida diante do Resende, quarta-feira, no Raulino de Oliveira, Alberto Valentim ganhou uma preocupação para escalar a equipe. O meia Thiago Galhardo que entrou durante o segundo tempo do jogo contra a Cabofriense, saiu mancando do estádio e se queixando de dores no tornozelo direito. Galhardo será avaliado pelo departamento médico que vai definir se o jogador terá condições de disputar a próxima partida. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top