Assine o fluminense

Botafogo é cirúrgico e bate o Fluminense

Tricolor teve o domínio do jogo, mas foi o alvinegro que garantiu sua terceira vitória no campeonato

Alvinegro mostrou competência e bateu o Fluminense no Maracanã

Vitor Silva/SS Press/Botafogo

No primeiro clássico entre equipes cariocas realizado na tarde deste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o Botafogo derrotou o Fluminense por 1 a 0, gol marcado por Alex Santana. O resultado fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos nove pontos ganhos e assumir a segunda colocação. O Flu segue com três pontos na 14ª posição. O Tricolor até chegou a marcar o gol do empate, mas com ajuda do VAR, o árbitro anulou o gol anotado por Matheus Ferraz.

O jogo foi equilibrado, mas o Botafogo foi mais eficiente ao conseguir marcar seu gol e bloquear as investidas do adversário, principalmente em função da boa atuação do goleiro Gatito Fernández que fez boas defesas e ajudou a segurar a pressão tricolor. O Fluminense, por sua vez, mostrou o bom toque de outras partidas, mas não conseguiu romper o sistema defensivo armado pelo adversário.

Na próxima rodada, o Fluminense vai enfrentar o Cruzeiro, no Maracanã; O Botafogo vai visitar o Goiás no Serra Dourada.

O JOGO

Logo no primeiro minuto, o Fluminense tomou um susto quando Gilberto recuou para o goleiro Rodolfo que precisou matar a bola no peito e mandar para fora para se livrar de Diego Souza que chegava para pressionar. Logo depois, Rodrigo Pimpão investiu pela esquerda e cruzou, mas Diego Souza chegou atrasado.

O Fluminense demorou a se organizar e só aos sete minutos é que se aproximou do gol defendido por Gatito Fernández com um chute de Gilberto que não levou perigo. Aos 11 minutos, o Tricolor das Laranjeiras criou a primeira grande chance para marcar. Ganso fez ótimo lançamento para Caio Henrique que cruzou para Danielzinho, livre na área, bater para fora.

O Botafogo respondeu com um chute forte de Gustavo Bochecha que encobriu o travessão alvinegro.
Como aconteceu nas últimas partidas, o Fluminense ficava mais tempo com a bola, mas o Botafogo marcava forte e impedia a penetração da equipe dirigida por Fernando Diniz.

Só aos 21 minutos é que o Fluminense voltou a aparecer bem no ataque aos 21 minutos quando Caio Henrique fez ótimo lançamento para Yony González que se livrou da marcação e chutou forte, mas a bola saiu.

O jogo seguiu equilibrado e, aos 29 minutos, o goleiro Rodolfo errou na saída de bola que acabou nos pés de Erik que concluiu para fora. Logo depois foi a vez de Cícero concluir, de fora da área, para boa defesa do goleiro tricolor.

Os dois times marcavam bem, o que tornava a partida monótona e com poucos lances de emoção, uma vez que as defesas tinham supremacia sobre os ataques.

Só aos 43 minutos é que a torcida voltou a vibrar. Após cobrança de escanteio, Matheus Ferraz cabeceou e a bola passou perto do gol defendido por Gatito Fernández.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com o meia Yuri na vaga do atacante Rodrigo Pimpão. Aos quatro minutos, Yuri foi derrubado na entrada da área. Diego Souza bateu, mas a bola explodiu na barreira. O Fluminense respondeu com dois escanteios consecutivos. Após a segunda cobrança, a bola sobrou para Matheus Ferraz que isolou.

Aos dez minutos, Caio Henrique tabelou com Ganso, entrou livre na área e bateu, mas Gatito Fernández fez grande defesa, evitando o primeiro gol.

O Botafogo criou uma grande oportunidade aos 13 minutos quando Gustavo Bochecha fez ótimo lançamento para Eric que chutou forte, mas colocou a bola por cima do travessão defendido por Rodolfo.

Aos 19 minutos, a torcida do Fluminense chegou a festejar o gol, quando Luciano colocou a bola nas redes, mas a alegria durou pouco porque a arbitragem anulou a jogada, marcando impedimento.

O time dirigido por Fernando Diniz continuava melhor em campo, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa alvinegra. E, aos 26 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Jonathan arrancou pela esquerda e cruzou para a entrada de Alex Santana que cabeceou sem chances de defesa para o goleiro Rodolfo.

Logo depois de sofrer o gol, o técnico Fernando Diniz tirou o apagado Danielzinho e colocou Léo Artur. Já o técnico Eduardo Barroca trocou o atacante Eric pelo meia Leo Valencia.

E o Alvinegro perdeu uma chance incrível para ampliar a vantagem aos 32 minutos, quando Gustavo Bochecha deu ótimo passe para Alex Santana que se livrou do goleiro Rodolfo, mas bateu para fora. Aos 35 minutos, o Botafogo desperdiçou nova oportunidade, agora com Diego Souza que, livre na pequena área, conseguiu mandar a bola para fora.

Dois minutos depois, o Fluminense marcou o gol do empate com Matheus Ferraz que mandou para as redes, após cabeçada de Pedro que mandou a bola na trave, mas após consulta ao VAR, o árbitro anulou o gol, marcando impedimento de Pedro.

Nos minutos finais, o Botafogo recuou para tentar defender o resultado. Fernando Diniz ainda tentou uma última cartada, colocando o atacante Kelvin no lugar do zagueiro Nino.

Aos 44 minutos, Allan e Gustavo Bochacha se desentenderam e vários jogadores se envolveram em confusão. Os dois atletas que iniciaram o tumulto foram advertidos com o cartão amarelo.

A pressão tricolor continuou e Gatito Fernández evitou o empate com grande defesa em conclusão de Léo Artur. O Botafogo ainda teve mais uma chance nos acréscimos quando Leo Valencia arrancou para a área e mesmo com dois companheiros livres a seu lado, arriscou o chute e desperdiçou a jogada.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top