NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Brasil parte para o Mundial de Rollerski

A primeira etapa da Copa do Mundo de Rollerski começa na próxima quinta-feira, 4 de julho, em Beijing na China – mais precisamente no Parque Olímpico que abrigará os Jogos de Inverno de 2022. O Brasil foi convidado e sua delegação conta com os três atletas que, atualmente, ocupam o topo do ranking nacional da modalidade: Lucas Lima, Yuri Rocha e o olímpico Victor Santos.

“A equipe brasileira foi convidada diretamente pelo chefe da competição, o alemão Georg Zipf. Ele nos conheceu em 2015, em um campeonato brasileiro de Ski Cross Country e vem acompanhando e apoiando o nosso trabalho desde então”, conta Caio Freixeda, técnico da equipe de Ski Cross Country.

As despesas dos atletas brasileiros serão custeadas pelo Comitê Organizador, como forma de estimular a ida da equipe à competição, assim como foi feito com diferentes nações, como a Noruega, Rússia e Suécia, que entraram na conta da organização chinesa.

“É uma das formas da China, que sediará os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, trazer renomados atletas para o seu evento, realizar uma competição de alto nível esportivo e, por fim, aproximar a sua população dos esportes de neve”, explica Freixeda. Por exemplo, o norueguês Johanes Klaebo (3x medalha de ouro nos Jogos de Inverno de 2018 e atual campeão da Copa do Mundo) estará presente na competição.

Esporte – Também conhecido como “ski com rodinhas”, o Rollerski já é muito famoso como forma de treinamento dos esportes de neve em países como Espanha e Rússia. Além disso, as competições da modalidade contam pontos no ranking mundial de Ski Cross Country da FIS – Federação Internacional de Ski.
No Brasil, as condições climáticas tornam a modalidade ainda mais fundamental: o Rollerski é uma alternativa na preparação dos atletas brasileiros de Ski Cross Country e na difusão dos esportes de neve.  




Scroll To Top