Assine o fluminense

Corinthians enfrenta Racing na Argentina

Time espera provar que queda de rendimento ficou no passado

Os corintianos terão uma missão complicada diante do Racing, na Argentina

Foto: Divulgação / Corinthians

O Corinthians espera provar que a sua brusca queda de rendimento ficou no passado. Recuperado no Campeonato Brasileiro após derrotar o Vasco com o polêmico gol de braço do centroavante Jô, o time do técnico Fábio Carille precisa de uma nova vitória, agora sobre o Racing, na noite desta quarta-feira, no Cilindro de Avellaneda, para seguir com esperanças de conquistar também o título da Copa Sul-Americana.

“Será um jogo difícil”, previu o meia Rodriguinho, lembrando que, por ter cedido o empate por 1 a 1 ao time argentino no jogo de ida, o Corinthians agora depende de um triunfo ou de igualdades superiores àquele placar para avançar às quartas de final sem a necessidade da disputa de pênaltis.
“Mas já tivemos uma noção de como o Racing joga. Vamos com tudo para conseguir a classificação”, disse

Três dias antes do jogo, Carille admitiu a possibilidade de não ir com tudo. O técnico argumentou que os seus atletas estão desgastados fisicamente e leva em consideração que, já na manhã de domingo, o líder do Brasileiro disputará clássico com o São Paulo, no Morumbi. Por isso, cogitou preservar alguns titulares no confronto eliminatório com o Racing.

Apenas o lateral esquerdo Guilherme Arana, no entanto, não viajou à Argentina, até porque se reabilitou recentemente de lesão muscular. Em compensação, o meio-campo corintiano voltará a contar com a proteção do volante Gabriel, que havia cumprido suspensão contra o Vasco.

No Racing, que encara a Sul-Americana como prioridade, Diego Cocca evitou confirmar a sua escalação, mas deverá ter o goleiro Musso, contundido no jogo de ida contra o Corinthians, à disposição. O técnico preservou titulares na rodada do fim de semana do Campeonato Argentino e amargou uma derrota por 1 a 0 para o Banfield, fora de casa.
“Temos que ser o Racing do segundo tempo no Brasil. Ali, apareceu a equipe que queremos”, apontou Cocca, bastante respeitoso ao Corinthians, líder do Brasileirão.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top