Assine o fluminense

Dia de decisão na Copa do Brasil

Flamengo enfrenta o Corinthians nesta quarta, às 21h45, em SP, pela semifinal da Copa do Brasil. No primeiro duelo, 0 a 0

Barbieri orienta atletas mirando a decisão desta quarta-feira

Gilvan de Souza/Flamengo

Corinthians e Flamengo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians, em Sao Paulo, pelo confronto de volta das semifinais da Copa do Brasil. Como as duas equipes empataram sem gols na ida, quem ganhar agora avança e qualquer outro empate forçará a disputa de pênaltis, já que os tentos anotados como visitante não valem para critério de desempate.

O Corinthians, campeão paulista em abril, joga as suas fichas por mais uma conquista na temporada no duelo de mata-mata, principalmente com a distância já estabelecida em relação aos líderes do Brasileiro. A três jogos de erguer a segunda taça no ano, tudo isso em meio a um desmanche de mais da metade da equipe titular no título nacional do ano passado, o Alvinegro confia na força vencedora dos últimos anos para chegar ao seu objetivo.

“Sobre a classificação para a final, a gente sabe da importância para o clube. Sabemos da dificuldade do jogo. Estamos jogando ao lado da nossa torcida, com 39 mil pessoas. Esperamos dar essa classificação para o clube. Vamos entrar sabendo da importância. Vamos ter muito controle e equilíbrio emocional para conseguir essa classificação”, disse o técnico Jair Ventura, prevendo um time bem mais ofensivo do que no jogo de ida, no Maracanã.

“Espero que seja completamente ao contrário, mas vai depender do jogo. Nossa postura vem mudando, é só pegar o jogo do Internacional. Nós tivemos mais posse, mais chances claras, controle do jogo contra uma grande equipe também, lógico que jogando em casa a gente vai ter um pouco mais”, avaliou o comandante, que deve mandar a campo uma equipe semelhante à do fim de semana, apenas com a volta de Ralf no lugar de Gabriel. Porém, como este foi muito bem e conta com a confiança de Ventura, a sua permanência não está totalmente descartada.

Maurício Barbieri, comandante do Flamengo, prefere trabalhar o aspecto psicológico de seu grupo para enfrentar este estádio lotado.

“Nós fizemos bons jogos fora de casa nesta temporada, enfrentando estádios lotados, e conseguimos bons resultados. Foi assim contra o Cruzeiro em Minas Gerais por exemplo, quando ganhamos o jogo da volta na Libertadores, mas acabamos eliminados. Temos que trabalhar por uma vitória, pois é isso que nos leva para a final”, disse Barbieri. Os jogadores flamenguistas também reconhecem a pressão e buscam o “jogo perfeito”.

“Vai ser um jogo muito complicado, o Corinthians conta com num elenco qualificado e vai jogar em casa. A expectativa é que o Flamengo tenha muitas dificuldades. Porém, os dois times precisam vencer e terão que se expor. Dessa maneira, precisamos fazer um jogo perfeito se quisermos voltar de São Paulo com a classificação. Não vai ser fácil, mas temos condições de ganhar”, disse o volante Lucas Paquetá. Barbieri, que vem mantendo o mistério sobre a escalação que mandará a campo na Arena Corinthians, espera um adversário que saia mais para o jogo desta vez.

“A tendência é a de que eles mudem a postura. O próprio Jair Ventura disse que, em São Paulo, seria outra postura. Acho que vão sair mais, se expor. A torcida vai exigir isso deles. Se permanecerem como foi aqui, o Flamengo precisará de calma e serenidade para encontrar os espaços”, disse.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top