Assine o fluminense

Dia do ‘fico’ para Abel Braga

Comandante tricolor tem conversa com o presidente Pedro Abad e confirma permanência no Fluminense

O técnico Abel Braga quer seguir escrevendo seu nome na história do Fluminense e vai liderar o time tricolor na busca por novos títulos na próxima temporada

Nelson Perez / Fluminense F.C.

Abel Braga, enfim, decidiu o seu futuro. Após uma conversa com o presidente Pedro Abad na noite desta terça-feira, o treinador acertou sua permanência no Fluminense e terá o compromisso de guiar o clube, que passa por dificuldades financeiras, rumo a campanhas melhores que as deste ano. Embora tenha contrato válido até o fim da próxima temporada, Abel fez questão de conversar com o mandatário para discutir as condições de trabalho e as possibilidades de reforços para 2018.

Com a sua permanência confirmada, Abel Braga pode se tornar o segundo técnico com mais partidas à frente do Fluminense. Com 249 partidas pelo Tricolor carioca, o treinador está a três jogos de igualar a marca de Ondino Vieira. Quem encabeça a lista é Zezé Moreira, com 474 partidas.

“Desde que voltei, disse que queria chegar a ser o segundo treinador a dirigir por mais vezes o clube. E esse foi um dos motivos de não ter aceitado o convite de três clubes da China e de outros aqui do Brasil. Além disso, não gostaria de largar o Fluminense nesse momento difícil”, disse Abel Braga.

A torcida também teve papel fundamental na decisão do treinador. Mesmo com perspectiva modesta de um ano repleto de glórias em 2018, Abel Braga, especulado no Palmeiras e Internacional, optou por seguir no Rio de Janeiro graças ao posicionamento dos tricolores.

“Todos sabem da enorme identificação que tenho com essas três cores. E a votação do torcedor pela minha permanência, através de um site, me sensibilizou e me encheu de orgulho. Espero retribuir com um time que possa, da mesma forma, orgulhar o torcedor”, completou Abel.

Essa é a terceira passagem de Abel Braga pelo Fluminense. Na primeira, em 2005, foi campeão carioca, deixando as portas abertas para voltar em 2011, quando novamente foi campeão estadual. Antes de deixar o clube, em 2013, conquistou o Campeonato Brasileiro de 2012, comandando nomes como Deco, Fred, Thiago Neves e Jean.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top