Assine o fluminense

Empate com gosto amargo no Maracanã

Vasco empata com o Coxa por 1 a 1 e perde chance de entrar no G-7

Em jogo tecnicamente ruim, Vasco e Coritiba travaram duelo morno no Maracanã. No fim, igualdade no placar: 1 a 1

Foto: Divulgação / Paulo Fernandes / Vasco

Depois de três vitorias consecutivas, o Vasco perdeu a chance de completar a quadra e apenas empatou com o Coritiba por 1 a 1, em jogo disputado na tarde deste sábado (21), no Maracanã. O resultado manteve a equipe de São Januário na nona posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Coritiba que segue brigando para escapar das últimas colocações, ocupa a 18ª posição com 32 pontos ganhos. O Vasco saiu na frente com Matheus Galdezani, contra, e o Coritiba empatou no segundo tempo com Rildo. 

O resultado foi justo porque o Vasco, apesar do grande apoio da torcida, nunca conseguiu impor sua superioridade sobre o Coritiba e pouco incomodou o goleiro Wilson. O Coritiba entrou em campo com o objetivo de não sofrer derrota e acabou obtendo êxito na sua proposta.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Flamengo, no Maracanã. O Coritiba vai visitar o Sport, na Ilha do Retiro.

Aos 15 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Nenê bateu escanteio fechado do lado direito e Matheus Galdezani, ao tentar desviar, acabou cabeceando para o próprio gol, sem chances para o goleiro Wilson. Nenê pediu a autoria do gol, mas a arbitragem indicou Galdezani como o autor do gol contra.

Depois de sofrer o gol, o Coritiba adiantou um pouco mais sua equipe para tentar buscar o empate, mas seguia encontrando dificuldades para penetrar na defesa carioca.

O Coritiba voltou com duas modificações para o segundo tempo. Iago e Baumjohann entraram nas vagas de  Matheus Galdezani e Rafael Longuine. O Coritiba chegou ao empate aos 21 minutos. Rildo driblou Jean com facilidade e chutou forte. A bola resvalou em Breno e tirou qualquer chance de defesa de Martín Silva. 

Já nos acréscimos, o zagueiro Breno recebeu cartão vermelho depois de cometer falta dura sobre Henrique Almeida e reclamar ostensivamente do árbitro.

Na base do desespero, o Vasco se lançou ao ataque na busca pelo segundo gol, mas o Coritiba soube se defender e quase desempatou aos 49 minutos, em cabeçada perigosa de Henrique Almeida, após cruzamento de Carleto. 

No último lance do jogo, Anderson Martins bateu falta e a bola se chocou com a barreira, encerrando as esperanças do Vasco de vencer o jogo.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top