NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Empate com raras chances de gol

Na volta do Campeonato Brasileiro após a parada para a Copa América, Cruzeiro e Botafogo ficaram no empate sem gols, neste domingo, no Mineirão. Com o resultado, os mineiros se livraram momentaneamente da zona de rebaixamento, com nove pontos. Já os cariocas, com 16, entrou no G-6.

Em um jogo com raras chances de gol, o Cruzeiro foi melhor na etapa inicial. Já o Botafogo teve a chance de sair de campo com a vitória no segundo tempo. No entanto, em ambos os casos, tanto Fábio quanto Gatito Fernández não fizeram defesas difíceis durante os 90 minutos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro vai até Salvador enfrentar o Bahia, no sábado. Já o Botafogo, no dia seguinte, encara o Santos, no Rio de Janeiro.

O jogo – O Cruzeiro tentou esboçar uma pressão no início, impedindo que o Botafogo trocasse passes no campo ofensivo. No entanto, os donos da casa também não conseguiam criar boa chances de gol.

O confronto seguia em ritmo lento, até que aos 27 minutos, David recebeu passe na área, mas furou na hora da finalização. O Botafogo tinha muito dificuldade no ataque e seguia sem levar perigo para Fábio.

Somente na parte final do primeiro tempo, o jogo ganhou em emoção. Aos 38 minutos, Pedro Rocha cruzou rasteiro pela direita para Dedé. Só que o zagueiro foi atrapalhado por Marcinho e mandou sobre o travessão. Depois, foi a vez de Weverton e Pedro Rocha chutarem de fora da área, com perigo ao gol de Gatito Fernández. Mesmo insistindo, os donos da casa tiveram que se contentar com a igualdade no intervalo.

No segundo tempo, o panorama da partida não mudou, continuando muito lento. Só que, desta vez, o Botafogo conseguiu chegar com perigo, aos oito minutos. Gustavo Bochecha arriscou de fora da área e assustou o goleiro Fábio.

O Cruzeiro chegava ao ataque com facilidade, mas pecava quando tentava entrar na área alvinegra. No melhor momento dos mineiros, Sassá chutou de longe nas mãos de Gatito Fernández.

Com o passar do tempo, o Botafogo aproveitou os espaços deixados pelo Cruzeiro e também chegou com facilidade ao ataque. Aos 35 minutos, Alex Santana chutou cruzado, próximo do gol. O lance animou os alvinegros, que quase abriram o placar três minutos depois. Rodrigo Pimpão recebeu passe na área, mas chutou pela linha de fundo.

Nos minutos finais, a partida ficou aberta, com as duas equipes em busca da vitória. Com muita dificuldade na criação, ambas só chegavam com certo perigo em lances de bola parada. Assim, o confronto permaneceu empatado até o apito final.




 

Scroll To Top