NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Falta de atacante já preocupa o Vasco

O Vasco conseguiu aproveitar o recesso do Campeonato Brasileiro, paralisado por conta da disputa da Copa América no Brasil, para contratar dois reforços. O volante Richard, que foi cedido pelo Corinthians, e o meia Marquinho, que vinha se destacando pelo Athletico Paranaense, chegaram para reforçar o plantel comandado por Vanderlei Luxemburgo. Porém, a posição considerada mais carente pelo treinador, o comando de ataque, continua sem dono.

Vanderlei tinha solicitado a chegada de um jogador para a vaga deixada pelo argentino Maxi López, que deixou São Januário. O jovem Tiago Reis é o único atleta de origem, porém, é considerado muito novo para ser tratado como titular absoluto.

Alguns nomes foram tentados, porém, os acordos acabaram não acontecendo, principalmente por que o Vasco não vive seu melhor momento financeiro, tendo encontrado problemas para manter seus compromissos em dia.

O atacante Talles Magino, recuperado de entorse no tornozelo direito, volta a ficar à disposição da comissão técnica. Outra boa notícia é que o lateral-esquerdo Ramon já está sendo visto trabalhando com os demais companheiros. O jogador segue tratando de recuperação de lesão no joelho esquerdo, que exigiu que ele se submetesse a uma cirurgia. Apesar de estar reclamando de dores na panturrilha direita, o atacante Rossi não preocupa para os próximos compromissos.

O próximo desafio do Vasco no Campeonato Brasileiro será o duelo com o Grêmio neste sábado, às 19h (de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela décima rodada da competição. A terça-feira será de trabalho em tempo integral em Foz do Iguaçu , onde o time se prepara até o duelo com os gaúchos.

O Vasco da Gama recebeu na última segunda-feira (8/7), em São Januário, a 11ª turma da especialização Lato Sensu da Universidade Federal de Viçosa, para uma série de palestras com a equipe que trabalha nas categorias de base do Cruzmaltino. Os alunos vieram liderados pelo Coordenador do curso, Israel Costa, e passaram o dia na Colina Histórica.

A Universidade Federal de Viçosa começou com este curso em 2004. Ele foi concebido pelo atual Coordenador Metodológico do Vasco, Próspero Paoli, em 2004, ao lado do professor João Bouzas, e atualmente é uma referência de formação e qualificação de profissionais para o futebol brasileiro. A turma que esteve presente em São Januário conta com 48 alunos, de 16 estados brasileiros. Eles acompanharam palestras de profissionais de todas as áreas das categorias de base do Vasco, como o Gerente Geral Carlos Brazil, os Coordenadores Técnicos Paulo César Gusmão e Eduardo Hungaro, entre outros.  

Scroll To Top