Assine o fluminense

Fla não sai do zero na Arena Condá

Em duelo equilibrado, Rubro-Negro empatou com a Chapecoense em 0 a 0, pelas oitavas da Sul-Americana

O ataque do Flamengo não conseguiu superar a defesa da Chapecoense e jogo terminou sem gols em Chapecó

Foto: Divulgação / Gilvan de Souza / Flamengo

Na partida de ida pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, Chapecoense e Flamengo empataram sem gols, nesta quarta-feira (13), na Arena Condá. Com o resultado, a definição do confronto vai para a próxima semana, na Ilha do Urubu. Quem vencer avança na competição. Um empate com gols classifica os catarinenses.

A partida começou movimentada, com as duas equipes voltadas ao ataque. No entanto, o Flamengo era mais organizado e teve a primeira chance de marcar, aos dez minutos. Após cobrança de escanteio, a bola chegou em Guerrero. O atacante dominou e chutou em cima do volante Moisés Ribeiro.

O Flamengo teve nova chance aos 16 minutos. Guerrero arriscou de fora da área e assustou Jandrei. A resposta da Chapecoense veio em seguida, em chute de longe de Reinaldo.

Com o tempo, os rubro-negros passaram a dominar o confronto. No entanto, os visitantes tinham dificuldade em criar boas jogadas. A Chapecoense só conseguiu levar perigo nos minutos finais. Aos 41 minutos, em avanço rápido, a bola chegou em Alan Ruschel. O meia chutou para boa defesa de Diego Alves. Assim, o jogo foi para o intervalo com o placar inalterado na Arena Condá.

No segundo tempo, a Chapecoense voltou melhor e assustou logo aos três minutos. Após cobrança de falta de Reinaldo na área, a bola passou por todos os jogadores e quase foi para a rede. A resposta dos cariocas vieram dois minutos depois. Após cobrança de escanteio, Juan cabeceou para boa defesa de Jandrei.

Após um período de equilíbrio, os visitantes quase abriram o placar aos 14 minutos. Após cobrança falta na área, Réver cabeceou sozinho, mas Jandrei fez grande defesa para salvar os catarinenses.

A partida seguia em ritmo morno, com as duas equipes mais preocupadas em não sofrer o gol. Só que aos 29 minutos, a Chapecoense teve a melhor chance do jogo. Penilla chutou de longe, Diego Alves deu rebote, que ficou para Reinaldo. O lateral esquerdo finalizou sozinho, mas muito mal.

Nos minutos finais, os catarinense seguiram melhores em campo quase marcaram aos 41 minutos. Penilla fez boa jogada individual, entrou na área e chutou cruzado. A bola passou muito próximo da trave rubro-negra.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top