Assine o fluminense

Flamengo minimiza clássico no Niltão

Flamengo preferia o Maracanã, mas fato não chega a ser considerado vital para os jogadores

O Vasco insistiu e conseguiu levar para o Estádio Nilton Santos, a primeira partida da final do Campeonato Carioca, marcada para este domingo, às 16h(de Brasília). O Flamengo preferia o Maracanã, porém, o fato não chega a ser considerado vital para os jogadores flamenguistas, que minimizaram a mudança do palco e entendem que o estádio do Botafogo pode ser considerado neutro neste caso.

“Estamos preparados para uma decisão em qualquer lugar, pois o Flamengo sempre vai entrar em, campo com o pensamento de conquistar o título. Podemos dizer que se trata de um campo neutro. Nós já jogamos algumas vezes lá. Este ano apenas uma vez. Mas estamos prontos e tenho convicção de que podemos fazer um grande jogo, respeitando o Vasco e seus profissionais”, disse o volante Willian Arão.

O lateral-esquerdo Renê segue a mesma linha de raciocínio. “O Flamengo vai trabalhar no sentido de ganhar o jogo, independentemente do mando de campo. Sabemos que um clássico sempre é um desafio muito grande. Contra o Vasco vai ser um duelo equilibrado, por isso mesmo, o mando de campo não cherga a ser vital. Claro que a gente sempre gosta de jogar no Maracanã. Mas não foi possível e se o mando é deles eles têm o direito de escolher o local”, disse o lateral.

A decisão de mudar o local da partida, nos bastidores, foi tratado como uma provoicação política. A segunda partida da decisão, no domingo de Páscoa, 21 de abril, acontecerá no Maracanã também às 16h.

O elenco do Flamengo participou de um trabalho regenerativo nesta sexta-feira e apenas neste sábado que o time para a primeira partida da final será definido. Gabigol, que cumpriu suspensão na goleada de 6 a 1 sobre o San José da Bolívia, volta a ficar à disposição da comissão técnica.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top