Assine o fluminense

Fluminense demite vice de futebol após áudio vazado

Dirigente criticou ex-presidente e disse que Flu tem orçamento de time pequeno

Fernando Veiga foi afastado de suas funções no Flu após ter áudio vazado

Foto: Divulgação

Os maus resultados dentro de campo no Fluminense fizeram com que os ânimos ficassem aflorados na política do clube, que está começando a ficar mais dividida do que o habitual. E o presidente Pedro Abad começou a enfrentar uma oposição mais forte, o que se torna um problema até menor em relação ao grau de insatisfação por parte de alguns de seus aliados. Um fator que colocou fogo nesta discussão foi o vazamento de um áudio do vice-presidente de futebol Fernando Veiga desabafando sobre o cenário financeiro do Tricolor. 

Algumas críticas acabaram sendo feitas ao ex-presidente Peter Siemens, que sustenta boa parte da base política de Abad. O resultado: a demissão de Veiga nesta manhã de ontem.No áudio, mesmo reconhecendo os investimentos de Peter na estrutura, o dirigente reclamou de algumas contratações consideradas duvidosas pela gestão anterior e disse que Abad vem sofrendo com medidas antipopulares que deveriam ter sido tomadas pela administração anterior.

“O Abad está fazendo algo que deveria ter sido feito quando o Fluminense perdeu o patrocínio da Unimed. Mas nenhum presidente gosta de tomar medidas antipopulares. Eles querem sentar na cadeira e ganhar títulos, o que acaba fazendo com que se empurre o problema para os próximos presidentes”, criticou Veiga.

Na nota oficial o clube justificou: “O Fluminense Football Club informa que Fernando Veiga não é mais o vice-presidente de futebol. O clube agradece pelos serviços prestados. Enquanto um novo nome não é definido, o presidente Pedro Abad acumula o cargo.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top