Assine o fluminense

Fluminense encara o Defensor no Uruguai

Jogo de volta da Sula. No primeiro duelo deu tricolor carioca

No primeiro jogo entre as equipes, o Tricolor ganhou por 2 a 0. Agora, a missão será para segurar os uruguaios, que decidirão o duelo em Montevidéu

Lucas Merçon/Fluminense

O Fluminense visita o Defensor nesta quinta-feira, às 21h45, no Estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai, pela rodada de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. O Tricolor ganhou na ida por 2 a 0 e agora precisa segurar os uruguaios para se garantir nas oitavas de final. O time brasileiro pode perder por um gol de diferença ou até por dois, mas a partir de 3 a 1, já que os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Aos anfitriões resta golear por três ou mais gols de vantagem ou então devolver o 2 a 0, forçando a disputa de pênaltis.

Existe uma grande preocupação em relação ao sistema defensivo do Fluminense, que deverá ser muito exigido no Uruguai. O time foi facilmente dominado pelo Internacional na derrota de 3 a 0 em casa, na segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro, com os defensores cometendo muitos erros. O técnico Marcelo Oliveira sabe que a postura precisa ser completamente diferente caso os brasileiros pretendam avançar. 

“Esses erros preocupam demais, assim como a forma como perdemos para o Inter. Foi a primeira vez na minha carreira que fui para o intervalo perdendo por três a zero. Precisamos acentuar o trabalho na parte de concentração, mudar peças e ver o que podemos fazer para melhorar. Existem erros que são coletivos, outros provocados pelo adversário, que força jogadas, mas esses não. Foram erros bisonhos e infantis”, disse Marcelo Oliveira.

Apesar desta preocupação defensiva, os tricolores sabem que precisam adotar uma postura ofensiva.

“Se fizermos um gol vamos deixar a situação deles muito complicada e por isso mesmo precisamos buscar a vitória. Vai ser um jogo complicado, mas temos condições de ganhar”, disse o atacante Pedro. 

Com pouco tempo para treinar após o fiasco contra o Inter, Marcelo Oliveira não antecipou a escalação. Porém, o atacante Junior Dutra, que foi muito mal, deve ceder vaga a Richard, melhorando assim a proteção ao sistema defensivo. Recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo, o volante Aírton estará em campo. 

Pelo lado do Defensor o desafio do técnico Eduardo Acevedo é fazer o time jogar bem. A equipe, que vem de empate por 2 a 2 com o Rampla Juniors, é o atual sétimo colocado entre 15 times no Torneio Clausura do Uruguai, com apenas cinco pontos em quatro jogos. 

O treinador, porém, se mostra confiante.

“Estamos conseguindo mostrar uma evolução. Na partida de ida levamos os gols no fim e estivemos muito perto de conseguirmos um grande resultado no Rio de Janeiro. Isso me anima, com todo o respeito que temos ao Fluminense e ao futebol brasileiro, a acreditar que temos plenas condições de garantirmos a classificação se dermos o nosso melhor dentro do gramado. Estou confiante”, disse Azevedo.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top