Assine o fluminense

Frutos do Projeto Grael na água

Brasileiro de Veleiros, em Búzios, terá a participação de oito atletas formados em Niterói por medalhistas olímpicos

Samuel (de preto) teve a oportunidade de dividir um barco com Lars Grael. Ele estará no mar na competição de Búzios

Sven Jurgensen/Divulgação

Começa nesta quarta-feira (16), no Hotel Aretê, em Búzios (RJ), o Campeonato Brasileiro ABVO regras IRC e ORC. A competição terá regatas diárias previstas para início sempre às 12h até o sábado com possibilidade do uso do domingo, dia 21, caso necessário. 

A competição terá a participação de oito atletas que surgiram do Projeto Grael, fundado em 1998 pelos medalhistas olímpicos Lars, Torben Grael/Marcelo Ferreira além do irmão Axel Grael, uma organização não – governamental (ONG) que tem como objetivo democratizar o acesso de jovens à prática do esporte da vela e, dessa forma, contribuir para a transformação social na vida dos seus beneficiados.

O projeto fica na praia de Jurujuba, em Niterói (RJ) e a cada semestre recebe 350 alunos de 9 até 29 anos que são formados nos cursos e programas – gratuitos – de Desenvolvimento Esportivo (Natação, Vela e Canoagem), Oficinas Náuticas (Capotaria, Carpintaria, Fibra de Vidro, Mecânica de Motor Diesel, Mecânica de Motor de Popa, Instalações Eletro – Eletrônicas para Barcos). 

Ex-aluno do projeto Grael, Samuel Gonçalves fará parte do barco Fire & Forget, do Clube Naval de Charitas, comandado por Rafael Pariz, na disputa pelo título Brasileiro ABVO regras IRC e ORC: “É um barco da classe S40. Irei regular as velas e ajudar na tática do barco durante as regatas. Nesse tipo de barco velejei dois anos com o Torben Grael no S40 dele nos anos de 2009 e 2010. De lá até hoje velejei algumas vezes, mas o meu foco ficou na classe Star”, disse Samuel que é natural do bairro do Fonseca e teve sua vida transformada pelo projeto o qual entrou em 2001 quando estudava na escola estadual Henrique Lage, no  Barreto. 

Resultados – Além de aprender a velejar, Samuel concluiu faculdade de Desenho Industrial pela UERJ em 2011, passou para a Marinha do Brasil em 2017 onde é 2º Sargento, e atingiu grandes resultados como velejador profissional. Fez parte do time de quatro atletas do projeto Grael que compuseram barco vencedor da regata Cape Town - Rio - uma das mais difíceis do mundo saindo da Cidade do Cabo até o Rio de Janeiro em 2011. Ainda foi campeão Mundial l ao lado de Lars Grael da classe Star em 2015 ao lado do medalhista olímpico de Seul 1988 e Atlanta 1996. Esteve em campanha olímpica com Lars para Londres-2012 e ainda velaja com seu mentor por diversas categorias no país. 

“Sempre no início do semestre o projeto Grael ia nas escolas públicas de Niterói levando um barquinho como foi no caso da minha apresentando o esporte. Eu nem tinha noção que esse esporte existia. Eu e mais dois amigo gostamos, fomos autorizados pelos pais, fizemos nossa inscrição e foi paixão à primeira vista pelo barco, movimento das águas, vento empurrando o barco, contato com a natureza e daquele momento decidi que gostaria de seguir velejando pelo resto da vida, não sabia que iria viver disso”, conta Samuel que lembra das primeiras competições no esporte.

Além de Samuel, outro nome que estará presente no Campeonato Brasileiro ABVO regras IRC e ORC é Hallan Batista que competirá no barco Maximus além de Marlon Nascimento e Pedro Pacheco. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top