Assine o fluminense

Glorioso evita projetar pontuação para a sequência do Brasileirão

Elenco alvinegro não quer rotular metas e prefere pensar jogo a jogo. Por outro lado, Aguirre comemora estreia

Aguirre estreou no clássico contra o Fluminense e aumentou a opção ofensiva do Botafogo. Atacante projeta sequência

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Após vencer o Fluminense por 2 a 1 no clássico carioca da última segunda-feira, o Botafogo atingiu os oito pontos na tabela e ingressou no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores. Porém, os jogadores botafoguenses evitam fazer planejamentos em, relação a metas. Dentro do plantel, há quem fale em conquistar a vaga no torneio continental e até mesmo lutar pelo caneco, devido ao equilíbrio. Porém, a ordem é não rotular as metas e pensar a competição jogo a jogo.

“O nosso objetivo é o de brigar na parte de cima da tabela de classificação, pelos principais objetivos, pois sabemos que o Campeonato Brasileiro está muito nivelado. Não é uma competição muito tranquila, existe o desgaste porque temos outras disputas em paralelo, mas temos que pensar grande. O segredo, eu acredito, seja o de pensarmos sempre jogo a jogo, pois é uma disputa muito longa”, disse o lateral-direito Marcinho.

O volante Rodrigo Lindoso pensa de maneira parecida. 

“Não podemos projetar a pontuação, ainda mais no começo. O importante é estarmos sempre com um desempenho satisfatório, com um bom percentual de pontuação, nos mantendo entre os primeiros colocados, para podermos realmente brigar pelos principais objetivos. O Botafogo tem um elenco determinado e disposto a brigar pelo máximo que puder conseguir. Entrega não vai faltar”, disse o volante.

O próximo compromisso do Glorioso será o duelo contra o América-MG, no próximo domingo, às 16h(de Brasília), na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG), pela sexta rodada do Brasileirão. O time para este compromisso será definido nas últimas atividades da semana. O meia chileno Leonardo Valencia, que vinha reclamando de dores na coxa direita, será reavaliado. Como se trata de um desconforto, sem lesão, deverá ficar à disposição. 

O atacante Rodrigo Aguirre, que entrou no segundo tempo contra o Fluminense, fazendo a sua estreia, deverá seguir no banco, pois ainda não suporta os noventa minutos. O elenco treina na parte da tarde nesta quinta-feira. nimmoltorit L.

Celebração – A vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense no clássico da última segunda (14/05) no Nilton Santos, colocou o Glorioso na sexta colocação do Campeonato Brasileiro e deu moral para equipe comandada por Alberto Valentim, que ainda viu uma nova opção do setor ofensivo surgir ao realizar sua estreia com a camisa alvinegra.

Após 5 meses afastado dos campos, Aguirre foi chamado pelo comandante e entrou no segundo tempo da partida. Apesar de ainda não estar nas condições físicas ideais, o atacante pôde mostrar bastante movimentação e uma vontade grande de ajudar nos seus primeiros 15 minutos com a camisa do Glorioso.

“Me senti muito bem. Normal, estava com um pouco de falta de ar porque foram 5 meses sem jogar e isso se sente. Mas estou muito contente por poder voltar a jogar, por estrear pelo Botafogo e pela vitória da equipe no clássico, que foi o mais importante”, falou o uruguaio.

Disposição é o que não falta para Aguirre. Querendo mais e sem pressa para não pular etapas, ele adimitiu que se sente mais confortável atuando na posição de centroavante mas afirmou que também pode jogar pelos lados, tudo para ajudar a equipe alvinegra.

“Sinto que posso dar o meu melhor jogando como centroavante, mas também posso ajudar a equipe jogando de extremo. Todo jogador sabe onde pode dar o seu 100%. Espero, aos poucos, continuar evoluindo na parte física e ganhando ritmo para ajudar o Botafogo”, comentou.

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top