Assine o fluminense

Medalhista André Domingos é o novo diretor do Gonçalense

O ex-velocista e bronze em Atlanta, vai reencontrar Robson Caetano no clube

André Domingos vai promover o desenvolvimento de novos atletas no Gonçalense, além de ser um dos gestores do clube

Arquivo Pessoal

O Gonçalense acertou a contratação de um medalhista olímpico. Parece notícia repetida, mas não é. André Domingos, Bronze no revezamento 4x100 em Atlanta (1996), e prata na mesma prova, em Sydney (2000), chega ao clube para ocupar o cargo de Diretor de Relações Institucionais e Esportivas. No Tricolor Metropolitano, André Domingos, irá reencontrar um antigo parceiro das pistas, Robson Caetano, que atualmente ocupa a função de preparador Físico. 

André Domingos tem na bagagem a experiência de quem integrou a equipe de revezamento brasileira por mais de uma década, além de ter participado de quatro edições de Jogos Olímpicos. As conquistas de André Domingos não param por aí, ele foi bronze no mundial de Sevilla em 1999 e prata em Paris-2003, ao lado da equipe do revezamento.

Somam-se ainda dois ouros em Jogos Pan-Americanos: Winnipeg-1999 e Santo Domingo-2003. Em provas individuais, André foi bronze nos 100m nos Jogos Pan-Americano de Mar Del Plata-1995 e nos 200m nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo-2003. Sua melhor marca nos 100m (10s06) é a segunda melhor de todos os tempos no Brasil, justamente atrás do amigo e agora colega de clube, Robson Caetano.

Depois que deixou as pistas, André se preparou, estudou, recebeu conselhos, conversou com profissionais do futebol e decidiu entrar para um mundo completamente diferente daquele dos tempos de atleta. Morando em Presidente Prudente, interior de São Paulo, André Domingos percebeu que poderia fazer a diferença na vida dos jovens da cidade. E agora quer trazer a experiência para o Gonçalense e crescer junto com o clube.

“O futebol sempre foi um esporte que me atraiu pela dinâmica, pela oportunidade de crescimento para tantos jovens. Fiz pesquisas com alguns amigos pedindo conselhos, e uma dessas pessoas foi o Técnico da Seleção Brasileira, Tite, com quem converso constantemente e me oriento. Outra pessoa com quem fui conversar foi com meu amigo Vampeta, Presidente do Audax Futebol Clube. Foram orientações muito boas que me deram um norte de atuação no mundo do futebol”, disse André Domingos. .

 
Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top