Assine o fluminense

Na estreia de Luxa, Vasco cede empate ao Avaí nos acréscimos

Carioca segue sem vencer no Brasileirão 2019 após cinco rodadas

O Vasco da Gama segue sem vencer no Brasileirão 2019 após cinco rodadas. Na estreia do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Cruzmaltino recebeu o Avaíem São Januário e, depois de sofrer quase o jogo inteiro, achou um gol aos 36 do segundo tempo numa cabeçada de Ricardo Graça. O Avaí, entretanto, alcançou o empate aos 49, com Daniel Amorim.

O empate mantém a equipe de São Januário na lanterna da competição, com apenas 2 pontos. O Avaí tem um ponto a mais e também ocupa a parte de baixo da tabela.

As duas equipes, que apenas disputam o Brasileirão, terão a semana livre para trabalhar antes de encarar uma dupla de cearenses. O Vasco volta a campo no domingo, quando visita o Fortaleza, no Castelão. Já o Avaí fecha a sexta rodada contra o Ceará, na segunda, na Ressacada.

O jogo – Animado, e talvez querendo mostrar serviço para o novo treinador na beira do gramado, o Vasco iniciou a partida com muita movimentação. O Avaí, por sua vez, não se impressionou com a colocação do Vasco na tabela, e assumiu uma postura muito defensiva quando a bola rolou.

A intensidade vascaína, entretanto, não se traduziu em boas jogadas de ataque, e o Avaí era eficiente no bloqueio a partir da linha média. Os catarinenses do técnico Geninho ainda tentavam o contra-ataque, e buscavam os chutes de longa distância.

O primeiro chute a gol foi do Avaí. Aos 4, Gegê dominou na intermediária pela esquerda e soltou a bomba, mas Sidão estava atento e espalmou. Aos 10 e aos 21, João Paulo e Pedro Castro também tentaram de longe, mas não acertaram gol.

O Vasco não se acertava em campo e errava muitos passes. O Avaí começou a gostar do jogo e a chegar com mais frequência. Aos 28, foi a vez de Caio Paulista acertar chute forte de canhota, que obrigou Sidão a se esticar para espalmar.

Aos 32, a primeira polêmica da partida. Brenner tentou enfiar a bola na área e o zagueiro do Vasco cortou. O Avaí pediu pênlati, mas nem o árbitro nem o VAR assinalaram a infração.

O Avaí continuou tentando os chutes de longe e aos 36 e aos 39, João Paulo e Pedro Castro, respectivamente, fizeram Sidão trabalhar.

Antes do apito final da primeira etapa, o Avaí quase abriu o placar na cobrança de uma falta próxima a área, pela esquerda. Lourenço cobrou por cobertura e a bola foi no ângulo direito de Sidão. O goleiro voou e fez grande defesa.

O Vasco voltou ainda pior para o segundo tempo, e o Avaí assustou logo aos 4. Gegê cobrou falta da intermediária pela direita e levantou na área. Matheus Barbosa se antecipou e testou para o gol, e Sidão pegou de novo. O lance porém teve impedimento assinalado e não valeu.

Vanderlei Luxemburgo perdeu a paciência com a equipe e fez duas mudanças aos 10 minutos. Valdívia entrou no lugar de Marrony e Fellipe Bastos substituiu Andrey. Aos 16, foi a vez de Jairinho entrar no lugar de Bruno César, que estava muito mal no jogo e saiu de campo sob muitas vaias.

Sidão, maior destaque do Vasco na partida, voltou a brilhar aos 19, Gegê recebeu na intermediária, avançou e, próximo da meia lua, bateu colocado. O goleiro vascaíno voou mais uma vez e espalmou.

O Avaí voltou a assustar aos 29. Matheus Barbosa enfiou para a entrada de Getúlio por trás da zaga, e o atacante bateu cruzado rasteiro, mas errou o alvo e a bola saiu pela linha de fundo do outro lado.

O Vasco finalmente levou perigo à meta de Vladimir aos 32. Jairinho recebe de Rossi na área e bate cruzado, mas a bola vai para fora.

No único lance que o Vasco acertou o gol do Avaí, a bola entrou aos 36, mas não sem polêmica. Rossi tenta o cruzamento na área, mas a bola vai pela linha de fundo. O árbitro viu desvio e marcou o escanteio. Na cobrança, após bate rebate na área, a bola fica com Rossi, que levanta na cabeça de Ricardo Graça e ele manda para o fundo da rede.

O Vasco teve a chance do segundo aos 43. Escanteio da direita que Werley aproveitou para acertar bela cabeçada. Vladimir defende mas dá rebote, e Fellipe Bastos perde gol incrível e toca para fora.

Na última bola do jogo, aos 49 minutos, bola levantada na área de longe e Daniel Amorim venceu dois zagueiros do Vasco no cabeceio, e acertou o canto direito de Sidão.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top