Assine o fluminense

Niteroiense mostra coração, mas perde no UFC Rio

Pedrita foi derrotada por estreante na terceira luta da noite

A lutadora niteroiense Priscila Pedrita, atleta peso-palha da academia Paraná Vale-Tudo, no Cubango, fez a terceira luta desta noite no UFC Rio, contra a paulista Luana Dread, estreante na companhia. Pedrita perdeu por decisão unânime dos juízes. O primeiro round começou com as atletas partindo para cima. Apesar de ser a estreia de Luana, a paulista deu uma joelhada que surpreendeu a niteroiense. Pedrita não recuou e tentou encurtar a distância. Mesmo menor que a adversária, Pedrita conseguiu controlar bem a distância e, faltando dois minutos para o fim do primeiro round, a niteroiense deu uma cotovelada que abriu a parte inferior do olho direito da paulista.

Já no segundo round, as atletas foram para a trocação franca nos primeiros minutos. Tentando se distanciar da niteroiense, a paulista jogava chutes retos na tentativa de surpreender as entradas de Pedrita. Aos 2m59, a estratégia de Dread deu certo e um chute reto acertou em cheio o rosto da niteroiense. No chão, Luana tentou finalizar a niteroiense, que mostrou muito coração para sair de um armlock. Muito cansada, Pedrita ainda foi atingida por uma joelhada ilegal da paulista e a luta foi paralisada pelo árbitro Fernando Portella . No fim do round, novamente Pedrita sobreviveu a uma guilhotina de Luana Dread e dois socos rodados.

Visivelmente exausta, Pedrita foi para o tudo ou nada no terceiro e último round, que até então estava sendo vencido pela paulista. Já sem força para manter a guarda alta, Pedrita manteve o rosto aberto, permitindo que Dread capitalizasse pontos com diversos jabs e joelhadas. Pedrita tentava conectar alguns cruzados, mas, sem forças, não surpreendia Luana. No fim, vitória por decisão unânime da paulista. Foi a terceira derrota seguida da niteroiense no UFC e a sexta vitória consecutiva da paulista na carreira.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top