Assine o fluminense

Novo cão de guarda no Engenhão

Alvinegro apresentou o volante Jean, ex-Corinthians, como novo reforço da equipe para a sequência da temporada

O volante Jean chegou ao Botafogo feliz com oportunidade de defender o atual campeão carioca no Campeonato Brasileiro

Vítor Silva / SSPress / Botafogo

O Botafogo apresentou um novo reforço na tarde desta quarta-feira (18), no estádio Nilton Santos. Trata-se do volante Jean, que atuou no Vasco no ano passado e chegou por empréstimo do Corinthians até o fim do ano. 

“Cheguei faz uma semana. Agora é tranquilo e as coisas acontecem com naturalidade. A trinca de volantes foi bem no jogo passado. Se você trabalha, merece a oportunidade”, disse o volante.

O jogador ainda destacou que o convite do Glorioso foi aceito prontamente. 

“Tive propostas desde dezembro, mas nenhuma era boa para mim e para o Corinthians. Quando recebi a do Botafogo, fiquei muito feliz”, destacou. 

Ele comentou a respeito de suas características. 

“É uma característica minha desde a base, mas não podemos ficar estacionados. Meu forte é a marcação, mas vou saber o momento de sair jogando”, revelou, falando também sobre o ambiente no grupo alvinegro. 

“O clima de amizade é grande. Estava na reserva no último jogo e me chamaram para receber junto com os outros a faixa de campeão”, contou 

O atleta deu detalhes sobre sua passagem pelo Estudiantes, da Argentina, onde chegou a atuar como zagueiro.

“Cheguei como zagueiro. Ele viram uma qualidade para volante e aceitei. O futebol argentino é de vontade, não tem bola perdida e aprendi muito. A parte tática também foi boa”, encerrou. 

Bochecha – O técnico Alberto Valentim surpreendeu ao escalar o volante Gustavo Bochecha na vaga de Marcelo, vetado por conta de dores na coxa direita, no empate por 1 a 1 com o Palmeiras. A atuação do jogador, um dos principais destaques na conquista do Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2016 chamou a atenção e esquentou de vez a briga por vagas em um meio-de-campo que parecia sem rumo desde que João Paulo sofreu duas fraturas na perna direita.

Gustavo Bochecha formou trio de volantes com Matheus Fernandes, outra cria do clube, e Rodrigo Lindoso. Eles melhoraram consideravelmente o passe da equipe, dando mais qualidade ao time, que por diversos momentos dominou o Palmeiras. Marcelo, que volta a ficar à disposição, pode acabar perdendo espaço, pois ainda não conseguiu emplacar uma boa atuação. 

As opções de Alberto Valentim não param por aí. Jean, que foi o jogador com mais desarmes no Campeonato Brasileiro do ano passado, defendendo a Ponte Preta, foi contratado para aumentar esta disputa, que ainda tem Dudu Cearense, recuperado de uma operação de apendicite.

Se a proteção aos zagueiros apresenta uma disputa acirrada, do meio para frente a briga também pode crescer com a recuperação de Leandrinho, que atravessava um bom momento até sofrer uma séria lesão no joelho direito e precisar de cirurgia. Ele vai disputar espaço com o chileno Leonardo Valencia, que ainda não convenceu, Marcos Vinícius, Leandro Carvalho, Ezequiel, e Renatinho, que ainda luta com dores no tornozelo direito. 

A disputa no ataque também teve ficar acirrada a partir da próxima semana, quando o uruguaio Rodrigo Aguirre, principal contratação para a temporada, ficar à disposição para estrear. Ele se junta a Rodrigo Pimpão, Brenner e Kieza na disputa por uma ou até duas vagas, dependendo o esquema usado pelo treinador. Pachu, revelado nas categorias de base do próprio Botafogo, corre por fora. 

Com boa parte dessas opções, Alberto Valentim vai definir mais perto do fim de semana a escalação para o duelo contra o Sport, na próxima segunda-feira, às 20h(de Brasília), na Ilha do Retiro, em Recife (PE), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira o plantel treina na parte da tarde no Estádio Nilton Santos.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top