Assine o fluminense

Para estragar a festa corintiana

Fluminense enfrenta o líder Corinthians querendo adiar a conquista do título brasileiro pelo rival

O atacante Henrique Dourado é a esperança de gols do Fluminense para vencer o Corinthians nesta noite, na Arena

Foto: Nelson Perez / Fluminense F.C.

A Arena Corinthians, em São Paulo (SP), está preparada para uma grande festa nesta quarta-feira (15), quando o Corinthians recebe o Fluminense a partir das 21h45(de Brasília), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Flu tenta estragar a festa corintiana e se afastar do Z-4 apósa  derrota para o  Cruzeiro. 

Líder com 68 pontos, o Timão precisa de um simples triunfo para garantir a taça de forma antecipada. Até mesmo em caso de empate ou derrota o título é possível, mas aí dependeria de tropeços de Grêmio, que recebe o São Paulo, no mesmo dia, e do Palmeiras, que pega o Sport na capital paulista na quinta-feira. 

Para que os bons resultados reapareçam, o técnico do Fluminense, Abel Braga, colocou na cabeça dos jogadores que é preciso corrigir os erros do passado.

“Para voltarmos a vencer temos que corrigir alguns erros, como os vistos contra o Cruzeiro. Perdemos naquela ocasião chances de ampliar, permitimos a virada e deixamos eles controlarem a partida. Depois ficamos sem palavras quando o jogo acabou. Mas temos condições de fazermos um bom jogo nesta quarta-feira e conquistarmos um bom resultado”, disse o zagueiro Henrique, um dos líderes do elenco.

O Fluminense terá mudanças para este jogo. O zagueiro Renato Chaves cumpre suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Cruzeiro. Expulso no mesmo jogo, o lateral-esquerdo Marlon fica de fora. Assim, Nogueira vai compor a zaga com Henrique e Leo ganha nova chance na lateral. O meia equatoriano Júnior Sornoza e o atacante Henrique Dourado, que cumpriram suspensão em Minas Gerais, reaparecem nos lugares de Wendel e Pedro, respectivamente.

Após a vitória de 1 a 0 sobre o Avaí, no fim de semana, a torcida já vive um clima de festa, contida pelo técnico Fábio Carille.

“Nós sabemos o que passamos em alguns momentos da competição. Por isso mesmo estamos sempre trabalhando com a realidade. Ainda falta para a conquista do título - disse o treinador.

A precaução de Fagner e do elenco tem sentido, pois o Fluminense, que não ganha há dois jogos e vem de derrota de 3 a 1 para o Cruzeiro, ainda precisam fazer o resultado. Tendo a pior campanha entre os representantes do Rio de Janeiro, o Tricolor está na 14ª posição com 43 pontos e ainda não afastou matematicamente o risco de rebaixamento. Por conta do equilíbrio da competição, pode até mesmo almejar a zona que leva para a Copa Libertadores.
“Quando ouvi a torcida gritando que era campeão quase que eu parei para pedir calma. Começou a sair lágrima do meu olho, por tudo o que passamos, mas ainda falta uma missão muito difícil -, disse o volante Gabriel, confirmado entre os titulares para a partida assim como o centroavante Jô, que volta após cumprir suspensão no último triunfo corintiano, o 1 a 0 sobre o Avaí.

As únicas ausências para o comandante, por sinal, serão o goleiro Cássio, que deve chegar a tempo de acompanhar o jogo, mas não terá condições de atuar pela longa viagem que fará de Londres, onde está com a Seleção Brasileira, a São Paulo, e o zagueiro Balbuena, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Caíque França e Pedro Henrique, dois jovens das categorias de base, serão os substitutos.

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Scroll To Top