Assine o fluminense

Para não ser ‘levado pelo Furacão’

Vasco enfrenta o Athletico Paranaense neste domingo, às 16h, em Curitiba. Retrospecto não é favorável

Pikachu voltou a ser titular com o técnico Marcos Valadares, e terá mais uma oportunidade de começar jogando no duelo

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O Vasco desafia o Athletico Paranaense neste domingo, às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), na estreia das duas equipes no Campeonato Brasileiro. O Furacão, que no meio de semana se classificou para as oitavas de final da Copa Libertadores mesmo perdendo de 3 a 2 para o Jorge Willstermann na altitude de La Paz, capital da Bolívia, atravessa um grande momento, ainda comemorando a conquista do título paranaense. 

O Cruz-Maltino, por sua vez, ainda sente a derrota para o Flamengo na final do Campeonato Carioca, e ainda teve que conviver com a eliminação para o Santos na Copa do Brasil, no meio de semana.

Apesar da eliminação, o Vasco derrotou o Santos por 2 a 1 e a boa atuação serve de ânimo para a partida de estreia no Campeonato Brasileiro, sobretudo pelo reencontro com o gol adversário.

“O jogo contra o Santos mostra muito do que este time pode produzir ao longo do Campeonato Brasileiro. O Santos mal conseguiu chegar ao nosso gol. Tivemos um gol anulado e algumas outras oportunidades de fazer o resultado que nos interessava. Mas infelizmente não conseguimos e deixamos a Copa do Brasil. Mas precisamos seguir trabalhando em busca dos progressos que o Campeonato Brasileiro vai exigir”, disse o lateral-direito Yago Pikachu, que vem atuando no meio-de-campo.

O Vasco passa a ter a vantagem de disputar apenas o Campeonato Brasileiro até a reta final da temporada. O fato, porém, é visto como a obrigação de uma boa campanha. Os vascaínos, inclusive, sonham com a possibilidade de estrear pontuando como visitantes.

“É muito importante a gente somar pontos fora de casa neste Campeonato Brasileiro, pois é isso que pode fazer uma boa diferença ao longo da competição. Sabemos que temos o nosso caldeirão, que é São Januário, e que ele vai ser muito importante. Mas é preciso um equilíbrio quando atuarmos como visitantes na questão da pontuação. Se começarmos somando pontos fora de casa será algo muito importante”, disse o zagueiro Ricardo.

A tarefa dos vascaínos, porém, não vai ser das mais tranquilas, pois, mesmo envolvido na Copa Libertadores, o Furacão planeja dar total atenção a este compromisso.

“O Campeonato Brasileiro também é uma prioridade no clube e por isso mesmo vamos procurar disputá-lo com a seriedade que a competição exige. A estreia contra o Vasco é muito importante e queremos começar com um bom resultado em casa”, disse o técnico Tiago Nunes.

Uma clara sinalização de que o jogo contra o Vasco será prioridade é que Tiago vai mandar a campo o que tem de melhor, inclusive o zagueiro Thiago Heleno, preservado no meio de semana por conta da altitude. O treinador tem uma dúvida no meio-de-campo, onde Léo Cittadini e Tomás Andrade disputam posição.

Para este compromisso o Vasco perdeu o goleiro Fernando Miguel, com uma lesão na panturrilha direita, e o zagueiro Leandro Castán, com dores na coxa esquerda. Assim, Alexander será o arqueiro titular, enquanto que a dupla de zaga será composta por Werley e Ricardo. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top