Assine o fluminense

Preparação final para a Corrida Internacional de São Silvestre

Atletas de Niterói e São Gonçalo falam das suas expectativas para a edição 2018

O bombeiro niteroiense André Nogueira, de 39 anos, disputa a prova desde 2016 e deseja melhorar seu tempo

Foto: Marcelo Feitosa

Faltando apenas um mês para a mais tradicional e importante corrida de rua da América Latina, a Corrida Internacional de São Silvestre, atletas seguem se preparando forte. E para 94ª edição do evento, que acontece no dia 31 de dezembro, encerrando, mais uma vez, o calendário esportivo nacional, atletas niteroienses e gonçalenses sonham em representar bem as suas cidades. Eles visam se destacar entre os 30 mil atletas que se inscreveram para a disputa. 

É o caso do bombeiro niteroiense André Nogueira, de 39 anos, que disputa a São Silvestre desde 2016 e se prepara para sua terceira participação seguida. 

“Eu venho me preparando desde sempre, correr faz parte da minha vida. Costumava correr desde pequeno nas aulas de educação física da escola e chegavam a me chamar de maluco. Dei início aos treinos mais sérios quando entrei para o Corpo de Bombeiros,  já que faz parte do nosso treinamento estar preparado para as operações. Quando vi que comecei a evoluir, após completar 35 anos, botei uma meta na minha cabeça e me dediquei integralmente ao esporte visando disputar competições. Graças a Deus venho participando de vários eventos de corrida”.

O atleta, que se prepara nos belos cenários da cidade de Niterói, tem esperança de melhorar o seu tempo na edição deste ano.

“Tenho intensificado meus treinos, que são feitos basicamente no asfalto da Praia de Icaraí e na areia da Praia de Itacoatiara, nesses últimos meses para fazer uma boa participação. Pretendo abaixar meu tempo de 1h30, que geralmente faço na prova. Mesmo sendo uma corrida cansativa, consegui manter o tempo nas duas primeiras edições e chegou a hora de melhorar. Espero que minha preparação ajude também na parte  mais complicado da prova, a famosa Brigadeiro, que é onde os homens são separados dos meninos. Vou para São Paulo fazer minha parte e espero representar bem Niterói”.

O psicólogo Filipe Lucas, de 28 anos, vai disputar a corrida para se divertir e comemorar um ano de conquistas

Foto: Divulgação

E tem competidor que vai estreiar na São Silvestre este ano, o gonçalense Filipe Lucas. O psicólogo de 28 anos vai disputar a corrida para se divertir e comemorar um ano de conquistas.

“Pratico corrida há três anos, mas não levava muito a sério no começo. Tinha apenas o foco de participar de um grupo de corrida de amigos e, por saber que eu era o mais pesado da galera, me preparei bem com o auxílio de planilhas da internet, para não fazer feio e mostrar para todos e para mim mesmo que eu sou capaz. Já participei de provas importantes, mas como será minha primeira São Silvestre, é um novo desafio na minha vida. Meu principal objetivo é me divertir, sem quebrar, e principalmente subir a tão temida e famosa, subida da Brigadeiro, coroando esse ano onde consegui cumprir todos os meus planos e metas dentro da corrida”.

Os principais nomes do país e destaques do exterior também participarão do evento, além de inúmeros amadores que vão fazer uma grande festa. Um grande público é esperado para acompanhar a corrida. 

Faça seu login ou cadastre-se para enviar seus comentários

Comentários

Veja também

Scroll To Top